Filme: A Esposa, foto 1

A Esposa: filme retrata a relação íntima de um casal de escritores

De em janeiro 14, 2019

Filme: A Esposa, foto 1

Glenn Close e Jonathan Pryce vivem o casal de escritores Joan e Joe Castleman

Mesmo antes de anunciada a lista dos concorrentes ao Oscar/19, a atriz Glenn Close já é considerada favorita à estatueta deste ano. Ela já ganhou Globo de Ouro (atriz/drama) e, neste final de semana, foi escolhida a melhor atriz na premiação dos críticos de cinema (Critics Choice Awards/19). Não é para menos: a sutil e sensível interpretação da atriz é o grande destaque de A Esposa, filme do sueco Björn Runge.

A trama, baseada no romance homônimo de Meg Wolitzer, mostra o cotidiano do casal de escritores Joe e Joan Castleman, interpretados por Jonathan Pryce e Close, no período que antecede a premiação dele ao Prêmio Nobel de Literatura. Um mistério envolve a vida do casal e durante as festividades do Nobel, Joan revê seu papel no casamento e decide dar novo rumo à vida.

Filme: A Esposa, foto 2

Um mistério envolve a vida deles

 

A cena inicial do filme já revela a essência da trama: no meio da noite, Joan acorda com o marido sentado na cama, ansioso. Antes de voltarem a dormir, Joe insiste e eles fazem amor. No entanto, às seis horas eles são acordados, desta vez com o toque do telefone, que tanto esperavam. É a confirmação de que Joe receberá o Prêmio Nobel de Literatura do ano; após desligarem o telefone (Joe faz questão que a esposa ouça a comunicação na extensão), eles comemoram pulando na cama.

Tudo até então parece normal, com os preparativos para a viagem a Estocolmo e para a cerimônia oficial de entrega do prêmio. O casal viaja com o filho caçula David, interpretado por Max Irons, escritor em início de carreira, e, durante o voo, o jornalista Nathaniel Bone (Christian Slater) reafirma seu desejo de realizar uma biografia com o escritor, que se nega a falar sobre isso. Já na capital sueca, Joe cumpre extensa agenda de compromissos e Joan começa a se entediar. Ela aceita sair com o jornalista, que insiste na biografia e vai além: insinua que Joan tem papel fundamental na carreira do marido. Joan põe fim ao assunto, mas fica reflexiva e relembra o passando, quando era aluna do marido e eles iniciaram a parceria na vida. A partir daí, o diretor intercala cenas do presente com o casal prestes a participar da cerimônia do Nobel com cenas do passado (Joe e Joan jovens são interpretados por Harry Lloyd e Annie Starke, filha de Glenn Close).

Filme: A Esposa, foto 3

Close: escolhida melhor atriz no Globo de Ouro e na premiação dos críticos de cinema

 

O mistério que envolve a vida do casal é revelado e o espectador passa a ser cúmplice do drama vivido por Joan com o reconhecimento e a premiação à carreira de sucesso no marido. Além de uma trama muito bem construída, A Esposa se destaca pelo duelo de interpretação dos veteranos atores Jonathan Pryce e Glenn Close, que já foi merecidamente premiada. Que finalmente a atriz receba a estatueta do Oscar neste ano, já que foi indicada seis vezes (três como atriz coadjuvante e outras três como melhor atriz) e nunca ganhou! Confira.

 

 


Fotos: divulgação

Favo do Mellone
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Tório 2

2 Comentários

Flavio Mellone

janeiro 14, 2019 @ 21:05

Resposta

Maurício,
Concordo com sua avaliaçao sobre o filme e sobre a interpretaçao da Glen Close . Espero que ela consiga o merecido prêmio.
Agradeço pela dica e pela companhia .

Maurício Mellone

janeiro 15, 2019 @ 10:38

Resposta

Flávio,
q bom q vc curtiu a resenha do filme q assistimos juntos!
Torcida pela estatueta para a Glenn Close!
Bjs e obrigado pelo comentário e presença aqui no Favo!

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: