Filme: Além do homem, foto 1

Além do homem: filme traz aventura de escritor pelo interior do país

De em julho 3, 2018

Filme: Além do homem, foto 1

Sergio Guizé e Fabrício Boliveira estão na trama de Willy Biondani, rodada em Minas Gerais

O ator Sergio Guizé é o protagonista do longa-metragem de Willy Biondani, Além do homem, em que o escritor brasileiro Alberto Luppo, radicado na França há anos, recebe uma missão que pode se tornar seu grande projeto editorial: desvendar o mistério do desaparecimento do antropólogo francês Marcel Lefavre, interpretado por Pierre Richard. O sumiço do francês foi na cidade de Milho Verde, interior de Minas Gerais, e reza a lenda que ele teria sido devorado por indígenas canibais.

Luppo quer escrever seu próprio projeto editorial, mas o sogro o obriga a voltar ao Brasil para descobrir a história do antropólogo, que poderá virar um best-seller. Sem alternativa e contrariado, ele volta ao seu país natal e aqui é surpreendido com as belezas naturais e empreende uma verdadeira busca interior de si mesmo.

Filme: Além do homem, foto 2

Luppo (Guizé) se envolve com Bethânia (Débora Nascimento)

 

As cenas iniciais acontecem em Paris, com Luppo e sua namorada, vivida por Marilyne Fontaine, se preparando para um encontro com editores. O escritor brasileiro quer obter o aval para iniciar seu livro, mas é praticamente obrigado a assumir a missão de descobrir o paradeiro de Lefavre. A trama sofre um verdadeiro salto: da glamourosa Paris para o tórrido sertão mineiro, onde Luppo agora é conduzido pelo taxista Tião, papel de Fabrício Boliveira, para a cidadezinha em que o antropólogo teria sido visto pela última vez. Há anos radicado na Europa e sem entusiasmo com a missão que lhe foi imposta, Luppo reclama de tudo e de todos: do calor, do jeito falante de Tião, dos mosquitos, das instalações do hotelzinho da cidade e até da receptividade das pessoas.

 

No entanto, o escritor inicia sua aventura em busca do antropólogo e tem acesso à inebriante natureza e às diversas referências da cultura e do folclore brasileiros. Ao poucos, o personagem baixa a guarda, se envolve com a misteriosa Bethânia, interpretada por Débora Nascimento, e ao procurar pelo antropólogo faz a mais importante das viagens, para dentro de si mesmo. Uma frase dita por Lefavre sintetiza todo o filme: “A distância entre você e o outro é a mesma distância de você para você mesmo.

Com roteiro assinado por Eliseo Altunaga, Daniel Tavares e pelo diretor, Além do homem se destaca pela bela fotografia, a envolvente trilha sonora de Egberto Gismonti e o desempenho de Guizé, que com sensibilidade mostra as várias facetas de seu personagem. Destaque também para as participações especiais de Fabrício Boliveira, Otávio Augusto, Flávia Garrafa e Maurício de Barros.
 

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento