Livro: Barba Ensopada de Sangue, foto 1

Barba Ensopada de Sangue, trama de aventura e mistério cativa o leitor

De em abril 29, 2014

Livro: Barba Ensopada de Sangue, foto 1

Quarto romance de Daniel Galera vai ganhar versão para o cinema pelas mãos de Karim Aïnouz

O paulista Daniel Galera, filho de gaúchos e que passou a maior parte da vida em Porto Alegre, em seu quarto romance, Barba Ensopada de Sangue, da Companhia das Letras, ambienta sua história no litoral de Santa Catarina. O livro vai ganhar uma versão para o cinema: Karim Aïnouz, que já dirigiu Madama Satã, O Céu de Suely e Praia do Futuro (este ainda inédito no Brasil), será o responsável pela adaptação.
A trama é centrada na saga de um professor de educação física que se refugia em Garopaba, pequeno balneário catarinense, após a morte do pai. Vítima de anóxia perinatal — lesão cerebral causada por falta de oxigênio na hora do parto — que lhe causa dificuldades para reconhecer os rostos das pessoas, inclusive o seu, o protagonista (cujo nome desconhecemos) se afasta da relação conturbada com a família em Porto Alegre e mergulha em um isolamento geográfico e psicológico.
Ao mesmo tempo, ele (forma como o autor se refere ao personagem) quer compreender o que está por trás da morte do avô, Gaudério, um homem rude que teria sido assassinado décadas antes naquela cidade, na época apenas uma vila de pescadores. Contando só com a companhia da cadela Beta e da amizade de Bonobo, um improvável budista, o rapaz começa a revirar o passado e a construir o próprio presente.

Livro: Daniel Galera, foto 2

O autor e tradutor é paulista mas passou a maior parte da vida em Porto Alegre

A história começa com a visita do personagem a seu pai, que lhe conta sobre o passado do avô: Gaudério viveu os últimos anos de vida em Garopaba e sua morte é recoberta de mistério, pois dizem que foi assassinado durante um baile, mas seu corpo nunca fora encontrado. Além da história do avô (todos dizem que ele se parece muito com Gaudério), o pai conta um segredo e pede que ele nunca o revele. Ele vai se suicidar e pede que o filho mate sua cachorra Beta. O rapaz reluta muito, mas é convencido a se calar. Corte e a trama já se desenrola no balneário catarinense, onde o rapaz resolveu se mudar e viver com a cachorra (cumpriu só parte da promessa).
Depois de alugar um pequeno apartamento de um sobrado enfrente ao mar, ele consegue emprego numa academia, dando aulas de natação. Ao mesmo tempo, começa a investigar sobre a vida de Gaudério, mas as pessoas mais velhas evitam falar sobre o velho gaúcho que viveu naquelas paragens na década de 60. Sem entender o porquê de tanto mistério, o professor tenta se reequilibrar depois da morte do pai (com quem tinha uma relação íntima e próxima); ele se envolve com a garçonete Dália, começa a treinar um grupo de alunos, sempre corre e nada na praia e se apaixona pela recepcionista da agência de viagem.

No entanto, a história do avô nunca lhe sai dos pensamentos: ele continua as investigações e, com informações mais precisas, vai atrás da verdade, num roteiro de aventura pelos morros e praias do litoral de Santa Catarina. Mais do que saber sobre Gaudério, ele vai em busca da própria identidade e, ao descobrir a verdade, ele se reinventa. 

 

Além dos últimos capítulos eletrizantes em que o leitor não consegue abandonar o livro sem chegar ao desfecho, Barba Ensopada de Sangue me chamou a atenção pelos recursos que Daniel Galera utiliza para contar a história. Há uma ênfase nas descrições, tanto das circunstâncias como na introdução dos personagens: é a forma que o autor encontrou para que o leitor entenda as dificuldades neurológicas do personagem central, que procura outros elementos para reconhecer as pessoas e os lugares, já que não reconhece os rostos. Já os diálogos curtos, ágeis e reproduzindo fielmente a fala do gaúcho (pronome na segunda pessoa, com verbo na terceira), aproxima a trama dos habitantes locais e contextualiza a história. Uma dica: ao terminar o livro, volte ao prefácio. Boas surpresas e o arremate da história o esperam.

Livro: Barba Ensopada de Sangue, foto 3

O livro é uma edição da Companhia das Letras

 

 

 

Fiquei fascinado pelo personagem central e não vejo a hora desta trama envolvente chegar às telonas. A curiosidade só aumenta para saber que ator dará vida ao introspectivo e denso professor de educação física.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: divulgação


2 Comentários

naneteneves

abril 30, 2014 @ 10:59

Resposta

Também torcendo pro filme chegar logo.

Maurício Mellone

abril 30, 2014 @ 12:07

Resposta

Nanete, querida:
o romance é envolvente e também adorei
a chance de vermos esta história nas telonas.
Obrigado pela frequência constante e pelo carinho
bjs

Deixe comentário

Deixe uma sugestão




Deixe uma sugestão

Indique um evento




Indique um evento