RSS FACEBOOK TWITTER

Bibi Ferreira volta a encarnar Edith Piaf em show com orquestra e coral


Show: Bibi canta e conta Piaf, foto 1

Além da direção geral, Bibi Ferreira vive a cantora francesa em recital

Há exatos 30 anos que Bibi Ferreira estreou a peça Piaf, a vida de uma estrela da canção, de Pam Gems, um dos maiores sucessos do teatro brasileiro e que conta a tumultuada e sofrida vida da cantora francesa Edith Piaf. Para marcar a data, que coincide com os 50 anos de morte de Piaf, Bibi resolveu retomar este espetáculo. Em Bibi canta e conta Piaf, que acaba de estrear no Teatro Shopping Frei Caneca em curta temporada, a atriz, que também assina a direção geral do espetáculo, interpreta 15 canções do repertório de Piaf, que são intercaladas com o histórico de vida da cantora apresentado pelo mestre de cerimônia Nilson Raman.

Show: Bibi canta e conta Piaf, foto 2

A atriz interpreta 15 canções do repertório de Piaf

Da estreia até 1º de setembro serão 21 apresentações aqui em São Paulo; depois será vez dos cariocas assistirem ao recital, que seguirá a Nova York para uma única apresentação. E tenho certeza, a emoção em conferir a performance extraordinária de Bibi Ferreira em cena será a marca em todas as audições.
Tive a honra de estar na plateia na estreia. Demonstrando todo vigor aos 91 anos de idade, Bibi entra em cena — ovacionada, como não poderia deixar de ser — e com a ajuda do mestre de cerimônia encarna a personagem. Os momentos cruciais da vida e da carreira de Edith Piaf são narrados, enquanto ela interpreta os grandes e imortais sucessos da cantora. Poucos são os instantes em que Bibi sai da personagem (num momento agradece em francês, inclusive), e só o faz para agradecer e dividir os aplausos com o maestro Flávio Mendes, a orquestra e o coral.
Para quem assistiu a peça da dramaturga inglesa nos anos 80, Bibi canta e conta Piaf ajuda a recordar aquele espetáculo, pois resumidamente o enredo é retomado. Já para quem não teve este prazer, esta é a chance de saber um pouco mais sobre a cantora francesa, pois o recital faz um breve, porém completo, perfil de Piaf.

Show: Bibi canta e conta Piaf, foto 3

Depois de São Paulo, Bibi segue com o recital para o Rio e depois Nova York

O público no dia da estreia fez questão de reverenciar o grande talento de Bibi, que foi aplaudida de pé em cena aberta umas três vezes durante o espetáculo. E com a interpretação de Non, je ne regrette rien literalmente o teatro veio à baixo! — acompanhe um vídeo desta canção ao final da resenha. As surpresas não pararam por aí : no bis, ela anuncia que seu próximo projeto é cantar as músicas de Frank Sinatra e interpreta uma delas. Para fechar, Bibi disse que gostaria de apresentar uma música bem brasileira, depois de ter cantando em francês e inglês. A capela, interpreta Chão de estrelas, de Sílvio Caldas e Orestes Barbosa. Novamente os aplausos são ensurdecedores, mais do que justificáveis!
Se tiver a oportunidade, não deixe de conferir. Bibi Ferreira interpretando Edith Piaf é emoção pura e sem dúvida um marco do teatro mundial.

Fotos : William Aguiar

, , , ,

Maurício Mellone

Como jornalista — tendo atuado em rádio, TV, jornal, revistas e assessoria de imprensa —, a palavra sempre foi minha matéria prima. No entanto, desde 2000 venho cultivando o plano B, ou seja, mantenho no meu velho PC um arquivo com meus escritos, que na verdade já era um pré-blog. Lá, deixo fluir a imaginação para que a linguagem inclusive ganhe novos contornos.


Ver todos os posts de Maurício Mellone »

2 Comentários para “Bibi Ferreira volta a encarnar Edith Piaf em show com orquestra e coral”

  1. Jefferson Calli Says:

    O Favo do Mellone e suas dicas preciosas, quero ver sim!

    responder

Deixe uma resposta