Peça: C+A+T+R+A+C+A, foto 2

C+A+T+R+A+C+A: cinco histórias curtas sobre as dificuldades diárias

De em junho 5, 2014

Peça: CATRACA, foto 1

Elenco — Luah Guimarãez, Luís Mármora, Luna Martinelli, Renato Wiemer e Tatiana Thomé — se divide nos cinco textos

A entrada do público ao Espaço Cênico do SESC Pompeia, em que a peça C+A+T+R+A+C+A está sendo encenada, já é significativa. As pessoas precisam passar por roletas, semelhantes às dos ônibus urbanos, para poderem se sentar. Este tipo de barreira, de obstáculo que impede o fluir natural do nosso cotidiano é o tema central do espetáculo idealizado e dirigido por Marcia Abujamra, que convidou cinco dramaturgos de gerações diferentes para escreverem cenas com este tema.
Os cinco atores — Luah Guimarãez, Luís Mármora, Luna Martinelli, Renato Wiemer e Tatiana Thomé — se dividem para interpretar as situações propostas pelos autores, como uma entrevista para uma vaga de emprego, em Esse Reino Minúsculo, de Priscila Gontijo; a tentativa de um repórter de entrevistar uma modelo que vai desfilar numa escola de samba, em Ao Vivo de Jô Bilac; o jantar de um casal em crise, em A Última Ceia de Noemi Marinho; um fragmento de relação entre Deus e Eva, no texto A Arte de Amar de Marcelo Romagnoli, e por último, pequenos monólogos, extraídos do livro inédito Sociedade Anônima de Fernando Bonassi, que mostram situações em que o excesso de regras gera experiências absurdas.

Peça: C+A+T+R+A+C+A, foto 2

O espetáculo é uma idealização de Marcia Abujamra

Com poucos elementos cênicos e com a plateia muito próxima dos atores, as esquetes valorizam o texto e as situações que dificultam o dia a dia das pessoas.

 

“Propus o tema/título do espetáculo aos autores, que apresentaram diferentes formas de ver e propor a experiência da catraca. O desafio da montagem foi o de instaurar uma dramaturgia cênica que permitisse que os cinco textos pudessem ganhar seu espaço particular e, ao mesmo tempo, que juntos formassem universo que nos levasse a pensar e a nos divertir com as nossas muitas catracas”, explica Marcia Abujamra.

 

Uma das situações da peça, que me chamou muito a atenção, afeta profundamente a todos: quem já não teve de se submeter a entrevista de emprego, que geralmente humilha o candidato ao invés de valorizar seu potencial? Outra cena que merece destaque é a do casal em crise jantando num restaurante: a diretora mostra a situação de duas maneiras, a primeira com um casal heterossexual e na segunda, um casal gay reproduz a mesma circunstância constrangedora de um final de relacionamento. Os entraves nas relações afetivas independem da orientação sexual, obviamente! A situação do repórter e da modelo prestes a desfilar no sambódromo é de uma ironia sutil, mas corrosiva e merece também ser ressaltada.
C+A+T+R+A+C+A acabou de estrear e permanece em cartaz até o final de julho. Confira.

Fotos: João Caldas


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento