Mostra: Erwin Wurm-O Corpo é a Casa, foto 1

Erwin Wurm- O Corpo é a Casa: 1ª mostra no país do escultor austríaco

De em março 27, 2017

Mostra: Erwin Wurm-O Corpo é a Casa, foto 1

Casa Gorda/2003: escultura ocupa todo o saguão do CCBB-SP

Você só tem até a próxima segunda, dia 03 de abril, para conferir a primeira exposição realizada no Brasil do artista plástico e escultor austríaco Erwin Wurm. A mostra — Erwin Wurm- O Corpo é a Casa — ocupa todo o prédio do CCBB-SP, do quarto andar até o subsolo, e com objetos do cotidiano (mesa, cadeira, automóvel, casa), alimentos e o próprio corpo humano, o escultor, com muito humor, propõe uma visão crítica da sociedade de consumo contemporânea.
Um dos destaques da mostra é o espaço interativo de esculturas de um minuto, em que alguns objetos ficam dispostos para que o público possa manipulá-los, há instrução do artista de como deve ser feito e a pessoa precisa ficar 60 segundos “vestindo” a obra.

Mostra: Erwin Wurm- O Corpo é a Casa, foto 2

Big Kiss (Grande Beijo)/2015

Para o curador da mostra, Marcello Dantas, Wurm é um artista que faz as pessoas gostarem de arte, ele evoca uma dose de humor e irreverência muito acessíveis. Porém, em seguida há um desconcerto:

“Algo se inverte por trás de um certo conforto. Wurm é como uma mosca na sopa da sua mãe. Ele também confere um novo sentido ao papel do corpo na arte, passando a dar materialidade a coisas que não tinham: transforma o carro, a salsicha, o pepino e a casa em matéria escultória e lhes imprime uma dimensão simbólica, em que o banal é objeto de apreciação e o tédio pode ser cultuado”, explica Marcello Dantas.

O visitante começa a circular pela exposição partindo do quarto andar, que traz como destaque a sala com várias esculturas, incluindo Big Kiss(Grande Beijo)/15 e Sitting Big (Sentado Grandioso)/2005-06. No terceiro andar, a sala é como se fosse uma casa, com objetos do cotidiano: um armário, uma luminária, um vaso sanitário, mesa e cadeira, Destaque para Angust/Lache Hochgebirge (Ansiedade/Rindo nas montanhas altas)/14.

 

Mostra: Erwin Wurm- O Corpo é a Casa, foto 3

Esculturas de um Minuto: Suéter/02 e A Bunda de Freud/04

Ao chegar ao segundo andar, o visitante dá de cara com um grande painel, com o nome do artista rodeado de informações sobre sua vida, carreira, influências, sua linguagem e filosofia. E é neste andar que estão as One Minute Sculptures (Esculturas de um Minuto), o espaço interativo e lúdico. São oito esculturas que só se concretizam com a participação do visitante; dentre elas Suéter/02 e A Bunda de Freud/04.

Mostra: Erwin Wurm- O Corpo é a Casa, foto 4

Fat Convertible/Conversível Gordo/03

No primeiro andar, estão as esculturas em que o artista transfere as qualidades das pessoas para os objetos, assim o corpo se adapta à roupa, a casa é pesada, o carro engorda. Há um espaço com um grande espelho e diversas peças (chapéus, sapatos, estolas, óculos) e as pessoas podem experimentar o que quiserem. Destaque para Fat Convertible (Conversível Gordo)/03, o carro vermelho bem gordinho.

 

Mostra: Erwin Wurm- O Corpo é  a Casa, foto 5

The artist who swallowed the world/ O artista que engoliu o mundo/06

A mostra se estende até o subsolo com uma obra apenas (Bombom de Chocolate/04), para no saguão o visitante apreciar o grande destaque, Casa Gorda/03, que ocupa todo o espaço; ao entrar na casa/escultura, há bancos em que as pessoas podem se sentar e assistir ao vídeo em que a casa fala sobre o sentido da arte e da vida. Ironicamente, perto da cafeteria está a escultura The artist who swallowed the world (O artista que engoliu o mundo)/06, um gordo bem fofo de blusa verde.
Sem dúvida, com irreverência e humor, Erwin Wurm diverte o público com suas obras deliciosas e, ao mesmo tempo, provoca uma reflexão sobre o viver nos nossos tempos. Imperdível. Corra, a mostra fica em cartaz só até a próxima segunda-feira.

Roteiro:
Erwin Wurm- O Corpo é a Casa
. Exposição do artista plástico austríaco Erwin Wurm. CCBB-SP (todo o prédio), Rua Álvares Penteado, 112, tel. 11 3113-3651. Horários: de quarta a segunda, das 9h às 21h. Ingressos: gratuitos (visitação com hora agendada pelo site www.ingressorapido.com.br; disponível também em aplicativo para celulares). Classificação: livre. Temporada: até 03 de abril.

Fotos: divulgação

26º Festival Mix Brasil da Cultura da Diversidade
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Marcos Zaccharias Publicitário

Deixe comentário

Deixe uma sugestão




Deixe uma sugestão

Indique um evento




Indique um evento