L’Illustre Molière: montagem recria várias cenas da obra do dramaturgo francês

De em fevereiro 7, 2012

L’Illustre Molière: colagem de peças do autor e passagens de sua vida

Ao entrar, o público já encontra os atores em cena, preparando-se para o início do espetáculo. Esta é a primeira surpresa da montagem L’Illustre Molière, que abre a temporada 2012 do Teatro do Sesi: à frente da Companhia D’Alma, a diretora Sandra Corveloni usa de metalinguagem ao apresentar os atores interpretando os componentes da companhia de Molière, no palco do Teatro Ilustre, que o dramaturgo francês apresentava suas comédias em pleno século XVII, em Paris. Aos poucos a plateia compreende a brincadeira: os atores entram e saem de cena, às vezes estão na pele dos personagens das peças de Jean-Baptiste Poquelin, o Molière, e em seguida voltam à dura realidade de manter uma companhia de teatro funcionando a plenos vapores.
Neste vai e vem, o espetáculo faz um grande painel da obra de Molière, com trechos de várias de suas peças, além de contar a rica e efervescente trajetória artística e pessoal do dramaturgo francês.
Mesmo retratando uma realidade do século XVII, a obra de Molière é atual e muito próxima do homem dos nossos tempos. De acordo com a diretora, “o dramaturgo dialoga com a nossa época, pois seus personagens são cínicos, autoritários, frágeis, inseguros, além de ambiciosos por fama, dinheiro e status social a qualquer preço. Podemos reconhecer que isso não mudou muito”, argumenta Sandra.
Outra proximidade com os dias de hoje: numa cena, Molière está envolvido na criação de novo espetáculo e nem se dá conta das dívidas e compromissos financeiros e burocráticos que envolvem uma produção teatral. O criador que não sabe lidar com o pragmatismo da vida, dificuldade tão comum a muitos artistas! Hoje e sempre.

Guilherme Sant’Anna interpreta os protagonistas das peças, além de viver o diretor e autor da companhia francesa

 

 

Além do rigor e requinte de cenário e figurino, assinados por Zé Henrique de Paula, L’Illustre Molière se destaca pela atuação afinada dos atores Paulo Marcos, Angela Fernandes, Caio Salay, Amanda Acosta, Lara Hassum e Mateus Monteiro, que com desenvoltura e brilho interpretam diversos personagens. Guilherme Sant’Anna, que já protagonizou outro Molière — Senhor de Porqueiral, direção de Eduardo Tolentino, em 1989 — vive agora outro grande momento da carreira. Na pele do dramaturgo (interpreta os personagens centrais das peças encenadas, além de encarnar a função de diretor e autor da companhia), Guilherme se desdobra em cena, mostrando sua diversidade e talento ímpar.

Fotos: Ronaldo Gutierrez

http://virginiagaia.com.br/

4 Comentários

Chica marinho lutz

junho 10, 2012 @ 01:38

Resposta

Foi realmente um prazer ver esta peca.A montagem e linda e os atores espetaculares O Guilherme da um show de interpretacao Conheci a Sandra no lobby e gostei mto de conversar com ela ,alem de tb ter sido uma delicia rever o Guilherme com quem tive aulas na escola do Newton Travesso .Com tantas pecas sendo levadas em SP e tanta coisa ruim foi mto bom ver L illustre Moliere Parabens a todos Chica

Maurício Mellone

junho 11, 2012 @ 14:33

Resposta

Chica:
Vc tem toda a razão, o Guilherme arrasa interpretando tando o próprio Moliere como
os personagens das peças dele!
Adorei sua visita: volte semrpe!
abr

Elaine

fevereiro 10, 2012 @ 00:28

Resposta

Assisti, amei….recomendo!!!! *-*

Maurício Mellone

fevereiro 10, 2012 @ 14:37

Resposta

Elaine:
Que bom q v c tb gostou! A montagem
dá a chance de se ter acesso a diversas peças
de Molière!
Volte sempre,
abr

Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento