Filme: Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, foto 1

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: 394 filmes em exibição

De em outubro 9, 2017

Filme: Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, foto 1

Cartaz da mostra, uma criação do artista plástico e cineasta chinês Ai Weiwei

A cidade de São Paulo, de 19 de outubro a 1º de novembro, vai se transformar na capital do cinema mundial. A 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo este ano exibe um total de 394 filmes, dos mais variados países, sendo 98 produções dirigidas por mulheres, 18 delas brasileiras.
No último sábado a coordenadora do evento, Renata de Almeida, reuniu os patrocinadores da Mostra e a imprensa para fazer uma apresentação geral e anunciar as novidades desta edição. Além do grande painel audiovisual que o evento sempre se pautou — os principais vencedores dos recentes festivais internacionais estarão presentes, como o vencedor da Palma de Ouro em Cannes The Square, de Ruben Östlund, e O Outro lado da esperança, de Aki Kaurismaki, melhor direção em Berlim — a Mostra, com o Prêmio Petrobras, irá indicar dois filmes brasileiros: um longa-metragem e um documentário que receberão R$ 200 mil e R$100, respectivamente, para a distribuição comercial.

Filme: Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, foto 2

Cena de Human flow- não existe lar se não há pra onde ir, de Weiwie, sobre refugiados

Renata de Almeida, antes do início da coletiva de imprensa, pediu que fosse exibida a vinheta da Mostra, de autoria do artista plástico e cineasta chinês Ai Weiwei, que estará presente na abertura do evento, quando da  exibição de  seu filme Human flow- não existe lar se não há pra onde ir, sobre a questão muito presente entre as produções deste ano, os refugiados.
Dos 394 filmes a serem exibidos (30 curtas-metragens) — 98 dirigidos por mulheres e destas 18 brasileiras —, a curadora da mostra fez questão de destacar os vencedores dos recentes festivais internacionais, como The Square, de Ruben Östlund Palma de Outro em Cannes, O Outro lado da esperança, de Aki Kaurismaki, melhor direção em Berlim, Félicité, de Alain Gomis, grande prêmio do júri em Berlim e o mais recente filme de Abbas Kiarostami, 24 Frames. Dentro das homenagens, o Foco Suíça trará 7 títulos do diretor Alain Tanner, além do inédito de Jean-Luc Godard produzido para TV. A diretora Agnès Varda será homenageada com o Prêmio Humanidade e a exibição de 11 longas de sua carreira. Dos brasileiros homenageados, destaque para o ator Paulo José (três de seus filmes serão exibidos no vão do MASP) e o cineasta Leon Hirszman.

Filme: Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, foto 3

Cena de L’Atelier, de Laurent Cantet

Dentre as novidades deste ano, a Mostra realiza em parceria com o jornal Folha de S.Paulo e o Itaú Cultural o I Fórum Folha-Mostra, com debates. Pela primeira vez também, curtas-metragens de realidade virtual ganham exibições especiais durante o evento. Por intermédio do Instituto CPFL, radicado em Campinas, e do SESC-SP, a Mostra irá percorrer mais de 10 cidades do interior, no projeto itinerância. Para o último dia do evento, a curadora anunciou ainda a presença do diretor Laurent Cantet na exibição de L’Atelier, que abriu o festival de Cannes e fecha a Mostra de São Paulo.

Homenagem a Paulo José: exibição de 3 de sua carreira

 

Como se percebe, serão duas semanas de intensa programação cinematográfica na cidade. Os ingressos estarão à venda a partir do dia 14/10 (pacotes e permanentes) e nas bilheterias das salas. Mais informações, acesse o site www.mostra.org. Bons filmes!

Serviço:
41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, de 19 de outubro a 1º de novembro, em mais de 30 locais. Informações: www.mostra.org

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento