RSS FACEBOOK TWITTER

No Quarto ao Lado- o Espetáculo do Vibrador: adorável comédia romântica


 

Peça: No Quarto ao Lado, foto 1

Elenco: de pé Daniel Alvim, Luciano Gatti e Rafael Primot; sentadas Marisol Ribeiro, Maria Bia, Júlia Ianina e Fafá Rennó

Estreia nesta sexta, no Teatro Jaraguá, a comédia romântica da dramaturga norte-americana Sarah Ruhl No Quarto Ao Lado – o Espetáculo do Vibrador, que trata de maneira engraçada o método com que médicos no final do século XIX resolveram tratar mulheres com alterações hormonais ou de humor, que eram chamadas de histéricas. Como a eletricidade havia acabado de ser descoberta, alguns médicos usavam uma espécie de vibrador que emitia estímulos elétricos nas zonas erógenas e as mulheres literalmente atingiam o orgasmo e se sentiam muito bem. A peça retrata os experimentos do dr Givings, interpretado por Daniel Alvim, um admirador da tecnologia e dos inventos, que começou a usar o vibrador em suas pacientes com muito sucesso (elas voltam a se consultar com muita frequência), mas se recusa a usar o mesmo método com a esposa Catherine, vivida por Marisol Ribeiro.

Peça: No Quarto ao Lado, foto 2

Daniel e Marisol vivem o casal Givings

Com um elenco de sete atores (quatro mulheres e três homens), a peça começa com um número musical alegre e divertido, que introduz a história. O cenário, assinado por André Cortez, tem como centro o consultório médico, com a parafernália tecnológica do vibrador, e ao redor estão elementos que remetem à casa do casal Givings. A principal paciente é Sabrina Daldry (Júlia Ianina), que chega com crises nervosas e logo nas primeiras sessões já mostra progresso, tanto que se transforma numa mulher animada e revigorada com o revolucionário ‘tratamento’.
Para a diretora, por mais quer a peça fale de sexo e orgasmo feminino, sua montagem pretende fazer com que as pessoas reflitam sobre a liberdade:

“A peça tem uma temática feminina, da consciência que a mulher vai tomando de si mesma. Até hoje, infelizmente, muitas mulheres são apenas manipuladas para garantir o bem-estar de seus parceiros. Ainda é complicado lidar com algumas questões, principalmente o gozo. Nosso espetáculo abre a porta para um lugar onde a alegria e o gozo ultrapassam os gêneros, os tabus, chutam a hipocrisia e legitimam nossos desejos”, exalta Yara Novaes.

 

 

Peça: No Quarto ao Lado, foto 3

Júlia Ianina interpreta a paciente que recorre ao vibrador; ela é amparada pela parteira, vivida por Fafá Rennó

Da mesma maneira que começa, No Quarto Ao Lado – o Espetáculo do Vibrador  termina com os atores cantando e dançando, o que contagia a todos. Destaque para trilha original de Dr. Morris, a iluminação marcante de Kleber Montanheiro e os criativos figurinos de Fabio Namatame. Tive a chance de assistir a pré-estreia para convidados e a interpretação dos atores é o ponto alto do espetáculo; no entanto, Fafá Rennó, como a parteira Annie, consegue provocar gargalhadas em cena aberta! Comédia leve que deve agradar o grande público.

Fotos: João Caldas

 

, , , , ,

Maurício Mellone

Como jornalista — tendo atuado em rádio, TV, jornal, revistas e assessoria de imprensa —, a palavra sempre foi minha matéria prima. No entanto, desde 2000 venho cultivando o plano B, ou seja, mantenho no meu velho PC um arquivo com meus escritos, que na verdade já era um pré-blog. Lá, deixo fluir a imaginação para que a linguagem inclusive ganhe novos contornos.


Ver todos os posts de Maurício Mellone »

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta