Peça: O Ator e o Lobo, foto 1

O Ator e o Lobo: Pedro Paulo Rangel celebra 50 anos de carreira

De em março 15, 2019

Peça: O Ator e o Lobo, foto 1

Solo de Pedro Paulo Rangel reúne crônicas de Lobo Antunes e textos sobre sua vida e carreira

Em pouco mais de uma hora Pedro Paulo Rangel, que está festejando 50 anos de carreira, encanta a plateia com histórias deliciosas. Em cartaz no auditório do Sesc Pinheiros, o monólogo O Ator e o Lobo, dirigido por Fernando Philbert, reúne crônicas do escritor português António Lobo Antunes e textos do próprio PP, como carinhosamente o ator é chamado pelos amigos, sobre sua vida e carreira profissional.

 

A seleção dos textos, realizada em parceria entre Pedro Paulo e o diretor, mistura realidade e ficção e o ator interpreta desde filhos, pais, mulheres, homens e até alguns de seus familiares, com sua querida avó de origem portuguesa.

Peça: O Ator e o Lobo, foto 2

PP é dirigido por Fernando Philbert

 

 

 

Tendo como cenário apenas um banco, duas cadeiras, uma mesinha, uma pequena tribuna e um telão onde são projetadas imagens, Pedro Paulo inicia o espetáculo na pele do escritor português, com seu acentuado sotaque. Mas logo interrompe sua fala e diz que não irá usar o sotaque, que certamente iria cansar a todos. Pronto, o ator rompe o distanciamento com a plateia e o tom coloquial se estabelece no aconchegante auditório (é como se ele estivesse no sofá da sala com amigos).

 

 

 

Como um excelente contador de histórias, PP mescla as crônicas de Lobo Antunes com as próprias crônicas e os temas são os mais variados, como a reação de um filho quando a mãe lhe apresenta o namorado bem mais novo, o hilário caso entre uma mulher e um ancião, sua relação com os avós (principalmente a avó portuguesa), o encontro entre dois amigos no hospital, o relato de uma criança que fugiu de casa porque não queria comer abóbora,  entre tantos outros casos. Desta forma, ele interpreta diversos personagens, como homens, mulheres, jovens e idosos, além de refletir sobre temas profundos como a importância dos livros em nossa vida, a solidão, o envelhecimento, aspectos pitorescos de sua longa carreira artística e a morte.

 

 

 

 

“As histórias de PP se articulam com a voz de Lobo Antunes num conjunto de olhares sobre a memória, a família e a solidão. Fomos elegendo os textos e é bom que, em certos momentos, a gente não saiba exatamente de quem é aquele trecho. É toda uma delicadeza, uma poesia, com alto grau de humanidade”, explica o diretor Fernando Philbert.

 

 

Com uma narrativa direta e envolvente, Pedro Paulo num átimo faz com que os espectadores saiam do riso para as lágrimas. Quando ele fala do livro, por exemplo, a plateia reage espontaneamente com aplausos. No entanto, o brilho no olhar, a lágrima quase a cair ao interpretar é o que mais me chamou a atenção na atuação de Pedro Paulo Rangel. Um dos nossos grandes atores, que merece todas as homenagens. Espetáculo cumpre curta temporada, só até 6 de abril: não deixe de prestigiar e conferir a comovente performance de PP.

 

 

Peça: O Ator e o Lobo, foto 3

Aos 70 anos, ator comemora 50 de carreira

 

 

 

Roteiro:
O Ator e o Lobo. Texto: António Lobo Antunes. Direção: Fernando Philbert. Dramaturgia e interpretação: Pedro Paulo Rangel. Cenário: Fernando Mello da Costa. Figurinos: Helena Araújo. Iluminação: Aurélio de Simoni. Trilha sonora: Maíra Freitas. Fotografia: Lucio Luna. Direção de cena: Ricardo Silva. Coordenação de produção: Fabricio Chianello. Produção executiva: Pedro Paulo Marques Rangel Produções Artísticas.
Serviço:
SESC Pinheiros, Auditório (98 lugares), Rua Paes Leme, 195, tel. 11 3095.9400. Horários: de quinta a sábado às 20h30. Ingressos: R$ 25, R$ 12,50 e R$ 7,50. Bilheteria: de terça a sábado das 10h às 21h; domingo e feriado das 10h às 18h. Duração: 60 min. Classificação: 14 anos. Temporada: até 06 de abril.

Marcos Zaccharias Publicitário
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Marcos Zaccharias Publicitário

2 Comentários

Antoune Nakkhle

março 19, 2019 @ 15:29

Resposta

Adorei,

vou tentar assistir, pena ser curta temporada, preciso correr para não perder.

Maurício Mellone

março 19, 2019 @ 18:11

Resposta

Antoune,
tente mesmo, tenho certeza q vc vai adorar.
As temporadas nas unidades SESC realmente são
pequenas, infelizmente. Tomara q vc consiga assistir.
Bjs e obrigado pela visita

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: