Show: Filipe Catto, foto 1

O Nascimento de Vênus: show marca lançamento do CD de Filipe Catto

De em fevereiro 6, 2018

Show: Filipe Catto, foto 1

Em show com inéditas e antigos sucessos, Filipe Catto lança seu 3º CD, Catto

Depois de Fôlego/2011 e Tomada/2015, o cantor e compositor gaúcho Filipe Catto acaba de lançar pela gravadora Biscoito Fino seu terceiro CD, Catto, com 10 canções, sendo três de sua autoria, além de outras de compositores contemporâneos como César Lacerda e Romulo Fróes (É sempre o mesmo lugar) e Juliano Holanda e Igor de Carvalho (Eu não quero mais ); ele regravou ainda Arco de luz de Marina Lima e Antonio Cícero e a parceria com Zélia Duncan, Só por ti.

Para marcar o lançamento deste novo álbum, Filipe criou o show O Nascimento de Vênus, que foi apresentado no último fim de semana no SESC Vila Mariana. No espetáculo — com roteiro e direção dele —, Filipe apresenta as novas músicas, além de interpretar seus hits e algumas novidades, como Eva, sucesso do grupo Rádio Táxi nos anos 1980. O show tem direção musical de Felipe Puperi (guitarra e synths) e conta ainda com Magno Vito (baixo), Jojô (guitarra e synths) e Michele Abu (bateria e percussão).

Show: Filipe Catto, foto 2

O cantor e compositor assina a direção e roteiro do show

Com forte presença cênica, Filipe inicia o show de forma impactante: em cima de um tablado e com uma capa prateada, interpreta Como um raio; em seguida dispara seu grande sucesso do primeiro disco, Adoração:

“Meu corpo seja palco/
Vertido e tomado em pelo à tua poesia/

Eu adoraria, eu adoraria/
Saber o percurso da tua boca à minha/
Eu adoraria, eu adoraria/
Ter de noite e de dia”

Com sua voz afinada e estilo próprio — consegue ir do grave ao agudo de uma frase musical a outra—, Filipe esbanja versatilidade no novo show, incorporando desde uma sereia estilizada a um índio futurista. Os temas das músicas, grande parte de sua autoria, também são diversificados, do dissabor da perda do grande amor e o desprezo de quem o traiu ao louvor aos orixás e ode ao sexo e ao prazer.

Show: Filipe Catto, foto 3

Banda: Jojô, Felipe Puperi, Catto, Michele Abu e Magno Vito

 

Com o belo figurino de Isadora Gallas, outro destaque de O Nascimento de Vênus fica para a iluminação de Grissel Piguillem, que também assina o cenário em parceria com Filipe. Com 30 anos completados em 2017, Filipe neste novo trabalho se mostra maduro pessoal e profissionalmente, além de reafirmar seus múltiplos talentos: compositor de uma poética ímpar, intérprete sensível e antenado com seu tempo, assina ainda a direção, roteiro e cenário do espetáculo.  Depois das apresentações em São Paulo, Filipe Catto sai pelo país divulgando o novo álbum. Mais informações, acesse o site do artista e suas redes sociais (https://www.filipecatto.com/).

 

 

 

 

Fique com o clipe de Lua deserta, que inspirou o nome do show:

 

Roteiro:
 O Nascimento de Vênus
. Show estrelado por Filipe Catto. Roteiro e direção: Filipe Catto. Direção musical: Felipe Puperi. Cenário: Filipe Catto e Grissel Piguillem. Iluminação: Grissel Piguillem. Figurino: Isadora Gallas.

 

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento