Livro: O Poeta e a foca, foto 1

O Poeta e a foca: Nanete Neves conta em livro o encontro com Drummond

De em dezembro 15, 2015

Livro: O Poeta e a foca, foto 1

Carlos Drummond de Andrade, foto de Rogério Reis publicada no livro

“Uma das mais belas pedras do meio do meu caminho”.
É assim que a jornalista e escritora Nanete Neves descreve no livro O Poeta e a foca/Editora Pasavento a grande proeza que conseguiu em 1977, quando em início de carreira conseguiu um furo de reportagem; avesso a entrevistas, o poeta Carlos Drummond de Andrade, que iria fazer 75 anos, concedeu a Nanete aquela que é considerada sua primeira entrevista à imprensa.
Com uma linguagem envolvente e sem rodeios, a autora relata em primeira pessoa tudo o que envolveu a entrevista. Mas para situar o leitor, ela faz um retrospecto de sua vida, uma garota simples de classe média, que sempre morou no tradicional bairro paulistano da Mooca e nunca tinha viajado de avião e muito menos conhecido o Rio de Janeiro antes da incumbência, quase impossível, de entrevistar o grande poeta.

Livro: O Poeta e a foca, foto 2

Nanete Neves hoje vive de escrever e ministrar oficinas literárias

No prefácio do livro, o professor Leandro Garcia Rodrigues destaca que a narrativa de Nanete Neves flui muito bem, é carregada de lembranças e muito bem contada e organizada. Garcia argumenta que a autora, ao falar de sua infância e mocidade passadas na Mooca e apresentar um quadro cultural da capital paulista dos anos 1970, cativa o leitor e o transporta para o momento descrito: “Foi a partir deste recurso que a curiosa viajante desembarcou no Rio de Janeiro a fim de encontrar-se com o grande poeta, que era realmente avesso à mídia”.
Depois desta breve contextualização, Nanete relata sua trajetória profissional, que começou de forma familiar, atuando no jornal O Amigo editado por seu pai, seu ingresso na faculdade e os primeiros empregos, até chegar ao Shopping News, primeiro na editoria de moda e só depois transferida para a editoria geral, em que recebeu a incumbência de entrevistar Drummond.
Como ingressei na profissão poucos anos depois que Nanete — ela se formou em 1976 e eu entrei na faculdade dois anos depois, o relato dos bastidores de uma redação de jornal me trouxe boas recordações e a certeza de que as tecnologias atuais de comunicação modificaram sobremaneira o fazer jornalístico. E é por isso também que o livro cumpre a função de ensinar, pois traz o passo a passo de uma reportagem investigativa, no caso o perfil de um entrevistado famoso e até então arredio a entrevistas. Com pouco tempo mas com um excelente contato no Rio (indicação de uma amiga da redação), Nanete procurou José Louzeiro, que lhe indicou diversas personalidades que poderiam ajudá-la a traçar um perfil tanto do jornalista, funcionário público e poeta, como também do homem Carlos. Desta forma, Nanete conta com uma riqueza de detalhes toda a sua trajetória pelo Rio, ao entrevistar Affonso Romano de Sant’Anna, Antonio Callado, Antônio Houaiss, Nélida Piñon, Pedro Nava e Lya Cavalcanti, até chegar à ousadia de entrar no edifício do poeta e solicitar pessoalmente a entrevista, que foi aceita e marcada para o dia seguinte.
De forma direta e sempre introduzindo curiosidades a seu relato, Nanete empolga o leitor, que não vê a hora do desfecho do livro e o resultado da delicada e amorosa entrevista. Além de fotos pessoais, o livro também reproduz a capa e a página inteira dedicada à entrevista. A repercussão também é relatada, já que nas comemorações dos 75 anos de Drummond a única pessoa que esteve com o poeta e o entrevistou foi Nanete — ela foi tema de matérias de outros veículos de comunicação.

Livro: O Poeta e a foca, foto 3

Capa do livro editado pela Pasavento

 

 
O Poeta e a foca, como afirma Leandro Garcia no prefácio, é de “excelente leitura, num tom híbrido entre o jornalístico e o memorialístico, ou os dois juntos, acrescentado de uma emoção pessoal própria de quem se lembra de algo muito importante”, finaliza o professor.

 

 

 
Ficha técnica:
Título: O Poeta e a foca
Autor: Nanete Neves
Editora: Pasavento, 152 pgs
Preço: R$ 35,00
 

 

 

Fotos: divulgação


2 Comentários

Nanete Neves

dezembro 15, 2015 @ 17:56

Resposta

Muito importante para mim a sua leitura, Maurício. Você é um leitor atento e muito especial e, além de tudo, também foi foca, conhece o cenário. Obrigada pela resenha tão carinhosa.

Maurício Mellone

dezembro 16, 2015 @ 12:46

Resposta

Nanete,
Seu livro é emocionante, tanto por revelar os bastidores de um
grande feito de sua carreira (o furo de reportagem, com a entrevista
com o Drummond) como por ensinar o passo a passo de uma grande reportagem.
Parabéns de novo e muitíssimo obrigado pelos elogios e por sua constante
presença aqui no Favo
Bjs

Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento