Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 1

O que mantém um homem vivo?: últimos dias da terceira montagem da peça

De em dezembro 12, 2019

Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 1

Georgette Fadel, Renato Borghi e Elcio Nogueira Seixas atuam e dirigem o espetáculo

 

Em 1973, com o Brasil imerso na ditadura militar, os atores Renato Borghi e Esther Góes criaram o roteiro da peça O que mantém um homem vivo?, com textos do dramaturgo alemão Bertolt Brecht que, com ironia e sarcasmo, refletem sobre a trajetória da humanidade. Passados 10 anos, com o país num processo de redemocratização, os atores retomaram o espetáculo e hoje (passados quase 50 anos da estreia), em que voltamos a enfrentar uma onda conservadora e autoritária, a peça está de volta ao Teatro Anchieta do SESC Consolação. A temporada termina neste domingo, dia 15/12.

 

 

Recheado de indagações e com canções de Kurt Weill, Hanns Eisler, Paul Dessau e Jards Macalé, o roteiro se mantém atual justamente porque reflete sobre quatro valores essenciais da humanidade: Bondade, Ciência, Justiça e Amor. Nesta terceira montagem Borghi divide o palco e a direção com Elcio Nogueira Seixas e Georgette Fadel.

 

Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 2

Montagem traz trechos de várias peças de Bertolt Brecht

 

 

Com cenário de Daniela Thomas constituído de caixas de papelão dispostas em um grande círculo no meio do palco, o prólogo da peça é com os três atores na boca de cena cantando e fazendo a apresentação do espetáculo. O tom político, reflexivo e sarcástico se mantém durante todo o espetáculo (120 minutos de duração) e no programa da peça o diretor justifica a retomada do espetáculo neste momento histórico do país:

 

 

 

 

 

“A mão fria do poder econômico começou a pesar sobre os ombros do povo brasileiro. É o momento de pensar dialeticamente. De entender em profundidade o que acontece para poder reagir e transformar. E Brecht conhece o que se esconde sob as propostas obsessivas de uma virtude moralista. Ele examina com frieza e ironia as engrenagens dos sistemas de exploração do homem e denuncia o que realmente se esconde debaixo das fanáticas declarações de amor à família e aos bons costumes. Brecht desmascara a grande farsa”, atesta Renato Borghi.

 

 

 

Georgette, Elcio e Renato vivem mais de vinte personagens dos trechos das obras de Brecht, que incluem dentre outras Santa Joana dos Matadouros, A Boa Alma de Setsuan, A Vida de Galileu Galilei, Terror e Miséria no Terceiro Reich, A Ópera dos Três Vinténs e O Homem Novo. Com uma dramaturgia corrosiva (em alguns momentos chega a ser panfletária), a montagem se destaca pela atuação dos atores — o texto final dito por Borghi comove a plateia. Destaque ainda para o figurino de Cássio Brasil e para a direção musical de Gilson Fukushima.

 

 

 

Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 3

Borghi assina o roteiro com Esther Góes

Roteiro:
O que mantém um homem vivo?. Textos: Bertolt Brecht. Roteiro e adaptação: Renato Borghi e Esther Góes. Direção: Renato Borghi. Codireção: Elcio Nogueira Seixas e Georgette Fadel. Elenco: Renato Borghi, Elcio Nogueira Seixas e Georgette Fadel. Direção de arte: Daniela Thomas. Figurino: Cássio Brasil. Iluminação: Beto Bruel. Direção musical: Gilson Fufushima (músicas de Kurt Weill, Hanns Eisler, Paul Dessau e Jards Macalé). Fotografia: Luísa Bonin. Direção de produção: Pedro de Freitas/ Périplo.
Serviço:
SESC Consolação, Teatro Anchieta (280 lugares), rua Dr. Vila Nova, 245, tel. 11 3234 3000. Horários: de quinta a sábado às 21h e domingo às 18h. Ingressos: de R$40 a R$12. Duração: 120 min. Classificação: 14 anos. Temporada: até 15 de dezembro.

Tório 2
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Tório 2

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: