Filme: Olho Nu, foto 1

Olho Nu : filme de Joel Pizzini sobre Ney Matogrosso, 2ª e 3ª na Mostra

De em outubro 21, 2013

Filme: Olho Nu, foto 1

Ney Matogrosso em uma das cenas do filme que retrata sua vida e sua carreira

Há muito não me emocionava tanto assistindo a um filme! Tive a sorte de conferir a estreia de Olho Nu na 37ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, ontem, e a alegria foi ainda maior, pois na plateia estavam o diretor Joel Pizzini, a produtora Paloma Rocha e o próprio ator e personagem central do filme-documentário, Ney Matogrosso.
Poder da poltrona do cinema assistir tanto a trama como o próprio Ney sentado a duas fileiras da minha foi algo realmente inusitado! Em diversos momentos do filme quis conferir se a emoção que me contagiava também mobilizava o artista. O documentário, que o diretor prefere chamar de filme-ensaio, ou seja, documentário de criação, procura apresentar um perfil tanto do artista que há mais de 40 anos vive personagens nos palcos, como do homem e cidadão Ney Matogrosso, nascido em Bela Vista /MT.

 

“Não se trata de um filme sobre, mas com Ney Matogrosso. Ele acompanhou grande parte da montagem e reagiu ao filme, como se estivesse revendo sua própria imagem”, explica o diretor Joel Pizzini 

Filme: Olho Nu, foto 2

Joel Pizzini assina roteiro e direção de Olho Nu

A base do filme foi fornecida pelo próprio Ney, de seu imenso arquivo pessoal. No entanto, o diretor em entrevista antes da projeção, disse que o roteiro foi criado a partir do que restou de seu primeiro filme Caramujo Flor, em que Ney também era o protagonista.
Mais do que as imagens da carreira (os shows, a preparação nos camarins, entrevistas e participações em programas de TV), o filme intercala depoimentos antigos e atuais de Ney:

“Optei por uma espécie de autorretrato imaginado. Como ele é potencialmente um ator, o filme trabalha nesta fronteira, entre o relato e a recriação, com o Ney em primeira pessoa, narrando seu percurso, sem qualquer relação entre causa-efeito, cronologia ou ilustração de seu discurso”, diz o diretor.

 

Desta maneira, o espectador tem acesso aos fatos da vida familiar do cantor, sua relação de atrito com o pai militar, seu temperamento crítico diante da vida, sua veia artística precoce por meio dos desenhos que criava até no chão de terra batida, até seu ingresso na música com o revolucionário grupo Secos & Molhados e a carreira solo de imenso sucesso até hoje. Sua ligação profunda coma natureza é evidenciada também no filme, que é repleto de imagens e montagens de extrema criatividade.

Filme: Olho Nu, foto 3

Cena de Ney no show Beijo Bandido, que também está no documentário

Antes da projeção, Ney disse que o filme já percorreu alguns festivais pelo país, mas que a Mostra em São Paulo é seu primeiro grande teste e que gostaria de saber como o público reagiria. Com os letreiros ainda na tela, a resposta daquela sessão foi ensurdecedora: todos de pé, em aplausos e gritos emocionados!
Confira abaixo o tom de Olho Nu com o trailer, mas corra para as salas conferir ao vivo. Cinéfilos ou não, fãs ou não de Ney Matogrosso tenho certeza que assistirão a um grande filme, que retrata um expoente da cultua brasileira.

 

 

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento