Filme: Para minha amada morta, foto 1

Para minha amada morta: filme mostra viúvo atormentado com o passado

De em abril 6, 2016

Filme: Para minha amada morta, foto 1

Fernando Alves Pinto é o protagonista da trama do diretor paranaense Aly Muritiba

Grande vencedor do Festival de Brasília/15 — recebeu os prêmios de direção, ator e atriz coadjuvantes, fotografia, direção de arte e montagem —, o filme do diretor paranaense Aly Muritiba, Para minha amada morta, revela o drama do fotógrafo policial Fernando, interpretado por Fernando Alves Pinto, que ao remexer objetos e documentos de sua mulher, que acabara de falecer, descobre uma fita VHS em que ela o trai com um amante. Desnorteado com a informação — na fita ela diz literalmente que aquele homem “foi a melhor coisa que me aconteceu” na sua vida —, Fernando quer desvendar esta história. Para tanto, pede que a cunhada fique uns tempos com o filho pequeno e parte em busca do seu rival.

Filme: Para minha amada morta, foto 2

Fernando contracena com Mayana Neiva, que interpreta a esposa do ex-presidiário

Com poucos diálogos e o personagem central extremamente introspectivo, o espectador é conduzido para dentro da história por meio das ações do fotógrafo. Depois da descoberta da traição, Fernando pesquisa nos arquivos policiais e descobre que seu rival é um ex-presidiário (vivido por Lourinelson Vladimir) que fora cliente de sua mulher (que era advogada) e que mora na periferia. Após muita procura Fernando localiza o homem, hoje casado, com duas filhas e que frequenta uma igreja evangélica. Descobre também que ele deseja alugar a edícula de sua casa. Pronto, seus planos estão caminhando: Fernando começa a frequentar o culto e em seguida convence o ex-presidiário a alugar a edícula. Desta forma, ele se aproxima primeiramente da filha adolescente (Giuly Biancato) e depois da esposa do rival (Mayana Neiva).
O que chama a atenção no filme de Muritiba — estreante em longas, mas realizador de vários curtas, inclusive premiados — é justamente o clima de suspense da trama, mas que em nenhum momento o personagem explicita seus verdadeiros sentimentos. Os silêncios de Fernando encobrem suas intenções e o espectador fica em dúvida se ele irá executar um plano de vingança. Há cenas em que o suspense é acentuado, como, por exemplo, quando o filho de Fernando pega a arma do pai que está dormindo, ou as sequências com os dois homens: numa eles estão trabalhando com pás de pedreiro que podem se transformar em armas; em outras cenas eles estão no telhado e um leve toque pode provocar grave acidente.

Filme: Para minha amada morta, foto 3

Lourinelson Vladimir vive o rival do fotógrafo (Fernando)

 

Além de um roteiro instigante (assinado pelo diretor), que envolve o público desde a primeira cena, Para minha amada morta se destaca pela brilhante atuação de Fernando Alves Pinto. O desfecho da trama pode surpreender a muitos. Confira!

 

 

 

 

Fotos: divulgação

Marcos Zaccharias Publicitário
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: