Filme: Pitanga, foto 1

Pitanga: documentário revê vida pessoal e artística de Antonio Pitanga

De em abril 11, 2017

Filme: Pitanga, foto 1

Antonio Luiz Sampaio, ou Antonio Pitanga, quebrou tabus e é considerado o 1º ator negro a ser protagonista no cinema

Mais do que uma homenagem a um ator, o documentário Pitanga é um tributo a um artista negro que abriu caminhos e quebrou tabus graças a seu talento e seu vigor cênico.  O baiano Antonio Luiz Sampaio, que depois de ter interpretado o personagem Pitanga no filme Bahia de Todos Os Santos/1960, de José Hipólito Trigueirinho, incorporou a alcunha a seu nome artístico e hoje é conhecido e reconhecido internacionalmente como o ator Antonio Pitanga. É considerado o primeiro ator negro a ser protagonista no cinema.
Com direção de Beto Brant e de Camila Pitanga, atriz e primogênita do artista, o documentário foge dos moldes tradicionais do gênero. O filme é conduzido pelo ator, que visita os locais por onde viveu — desde seu início em Salvador/BA, até o local escolhido para viver, o Rio — além de ir ao encontro dos amigos e pessoas que contribuíram para a sua carreira. Enquanto Pitanga e os convidados falam, cenas dos filmes de que participou são exibidas e elucidam tudo o que é dito. Assim participam do filme diretores de cinema, como Cacá Diegues, Walter Lima Jr, Hugo Carvana, e os amigos Maria Bethania, Ítala Nandi, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Léa Garcia, Maria Creusa, Zé Celso Martinez Correa, Zezé Motta, Tonico Pereira, Elisa Lucinda, Tamara Taxman, Paulinho da Viola, Chico Buarque e os filhos Camila e Rocco (com suas filhas).

Filme: Pitanga, foto 2

O ator com Maria Bethania

Sempre muito elegante, com um largo sorriso no rosto e muito falante, Pitanga conta sobre os principais momentos de sua carreira e de sua vida, troca confidências com os convidados e fala sobre sua eterna luta pelas questões da negritude e da inclusão social. Camila faz questão de enfatizar que o pai sempre lutou, mas na paz, como um “capoeirista intelectual”. Nos encontros com os amigos/convidados (o ator sempre vai ao encontro deles), o clima é de alegria e de muito bom humor (com as antigas namoradas, a cumplicidade entre eles fica evidente).

Filme: Pitanga, foto 3

Com o diretor Zé Celso Martinez Correa

As imagens dos filmes também recebem destaque e o público tem a chance de conferir o grande talento de Pitanga e sua desenvoltura diante da câmera, com cenas de Bahia de Todos os Santos/1960, O Pagador de Promessas/1962, Barravento/1962, Ganga Zumba/1963, Menino de Engenho/1965, Quando o Carnaval Chegar/1972, Joana Francesa/1973, A Idade da Terra/1980, O Homem do Pau-Brasil/1982. O ator já atuou em mais de 60 filmes!

Filme: Pitanga, foto 4

Ao lado do filho Rocco e das netas

As cenas do ator com a família também emocionam: com Camila ele se lembra da infância dela (Pitanga ficou com a guarda dos filhos) e juntos dizem da importância da relação deles; com Rocco e as netas na praia, o ator conta de sua infância e as meninas ficam encantadas como avô. E com Benedita Silva, sua atual mulher, o encontro é descontraído, numa feijoada promovida por ela, em que o carinho e o amor do casal sobressaem.
Filme que faz um retrato de um dos grandes atores brasileiros, tudo com leveza, bom humor e emoção.

Fotos: divulgação

 


2 Comentários

Imad

abril 27, 2017 @ 17:54

Resposta

Assisti na semana passada, Mau, e fiquei impressionado com o carisma do Pitanga e a quantidade de importantes artistas com quem ele se reuniu para a elaboração do documentário. Confesso que pouco sabia sobre o Antonio.

Maurício Mellone

abril 28, 2017 @ 10:09

Resposta

Imad,
realmente o Pitanga é carismático, bom de prosa e muito simpático.
Além de talentoso e com um currículo rico (grandes e importantes produções
de que participou).
Bom q vc pode conhecer mais sobre a vida e a carreira deste grande ator brasileiro.
Muito obrigado por sua constante presença aqui no Favo
bjs

Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento