Premiados do Festival Mix Brasil de Cinema 2011

De em novembro 18, 2011

Orgulhosos pelo grande número de competidores e principalmente pela alta qualidade dos filmes, Andre Fischer e João Federici, diretores do 19ºFestival MixBrasil de Cinema da Diversidade Sexual, anunciaram ontem no Cine SESC os vendedores da competição, os escolhidos pelo público e os do júri.
O público elege quatro categorias — melhor longa, melhor curta estrangeiro, melhor curta nacional e melhor documentário—  e os jurados premiam outras cinco categorias, melhor interpretação, melhor direção de arte, melhor fotografia, melhor roteiro e melhor direção, além de escolher o ganhador do Coelho de Ouro.
Há ainda o prêmio Melhor Aquisição do Canal Brasil (troféu e 15 mil Reais), o vencedor do Show do Gongo e o troféu Personalidade Ida Feldman, que nesse ano ficou para o performer israelense Eliad Cohen.
Os prêmios foram distribuídos ontem, mas o festival permanece até domingo, acompanhe a programação no site http://www.mixbrasil.org.br/

Tomboy, de Céline Sciamma, melhor longa da competição

O melhor longa do Festival é esperado com ansiedade pelo público e nesse ano não houve surpresa: Tomboy, da diretora francesa Céline Sciamma, foi aplaudidíssimo na abertura e a torcida era grande para que ganhasse. A história de Laure, a garota de 10 anos que se faz passar por Michael, emocionou a todos e foi mais do que merecida a premiação.
No Show do Gongo o ganhador do Coelho de Prata foi Glossário, do cearense Fábio Vieira.

Joelma, de Edson Bastos, melhor curta nacional

O público ainda escolheu o melhor curta nacional, Joelma, do baiano Edson Bastos, Amor a 100ºC de Kim Jho e Gwang Soo, da Coreia do Sul, como melhor curta estrangeiro e o prêmio de melhor documentário ficou para Olhe Pra Mim de Novo de Kiko Goifman e Claudia Pricilla. Já o prêmio do Canal Brasil foi para Jiboia, do paulista Rafael Lessa.

Jiboia, de Rafael Lessa, Prêmio Canal Brasil

Da Mostra Competitiva, os jurados tiveram dificuldades para a escolha dos vencedores graças ao bom nível dos curtas nacionais.

Na Sua Companhia, de Marcelo Caetano, venceu o Coelho de Ouro

Mas eles deram o Coelho de Ouro para Na Sua Companhia, do paulista Marcelo Caetano, escolhido também como melhor diretor. Fotografia ficou para Assunto de Família, de Caru Alves de Souza (SP) e a direção de arte para o curta A Arte de Andar pelas Ruas de Brasília, de Rafaela Camelo.

Três Vezes por Semana, de Cris Reque, ganhou roteiro e interpretação

Já o curta Três Vezes por Semana também levou dois troféus: melhor roteiro para a gaúcha Cris Reque (que assina ainda a direção) e melhor interpretação para Irene Brietzke.
Ao final da premiação o  público presente teve mais uma surpresa, a exibição  do filme de Odilon Rocha, A Novela das Oito. Geralmente a noite de premiação do Festival MixBrasil coincide com o término do evento, mas nesse ano a programação continua no Centro Cultural São Paulo até domingo, com filmes, peças e a exposição Tributo a Cláudia Wonder, que nos deixou no ano passado.
Pude acompanhar de perto a edição deste ano do festival e gostaria de parabenizar o Andre e o João tanto pela seleção dos filmes, como pela produção do evento e principalmente pela iniciativa de manter viva a chama dessa mostra, que se tornou, se não o único, um dos melhores espaços de difusão da cultura da diversidade sexual no nosso país.

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento