RSS FACEBOOK TWITTER

Quando os Olhares se Cruzam, livro de memória de Joaquim Cordeiro


Capa do livro: Quim Cordeiro e Robson Sant’Anna estiveram à frente da produção e preparação da obra

Se no início eram bilhetinhos e cartas de amor trocadas entre o casal, com o incentivo dos parentes e amigos o senhor Joaquim Cordeiro resolveu abrir o baú de suas lembranças e transformá-lo num livro que registra a sua singela e profunda relação de amor com aquela que foi sua ‘joia mais preciosa’: “Abaixo de Deus, tudo que sou devo a ela, Odete”.
Em edição do autor, Quando os Olhares se Cruzam acaba de ser lançado graças à colaboração de 150 pessoas que aderiram à campanha veiculada na internet em que compraram antecipadamente um exemplar da obra. Em apenas 45 dias, foi alcançada a meta para cobrir os custos de publicação e impressão de 1000 exemplares e no último dia 9 — data em que se estivesse entre nós Dona Odete completaria 83 anos — o livro foi lançado na cidade de Congonhas/MG, onde a família Cordeiro sempre viveu.
Com prefácio da professora Therezinha de Jesus Paula Costa, o livro nos encanta e emociona graças à linguagem simples e reveladora da história de superação de um homem batalhador, que viveu na roça até a adolescência e aos 15 anos ingressa no Seminário Redentorista de Congonhas. Depois de sete anos de sólida formação cultural e religiosa, o jovem Joaquim inicia sua trajetória profissional, primeiramente na capital mineira. No entanto, após quatro meses do primeiro emprego, o rapaz resolve vir morar em Osasco, com uma tia e uma prima.

Joaquim Cordeiro: aos 87 anos deixa registrada sua história de vida num relato emocionado

 

 

E não é que em terras paulistas que Joaquim é surpreendido pelo destino! Numa festa de casamento de amigos da tia, o rapaz cruza o olhar com “uma linda jovem de olhos verdes e um sorriso que a todos fascinava”! Pouco mais de um ano depois deste encontro de almas, o casal já estava casado e de malas prontas para começar uma vida nova em terras mineiras.
Com um requinte de detalhes, o autor relata os primeiros anos de vida a dois, a alegria do nascimento dos filhos, as agruras e dificuldades do recomeço profissional e a fundação da Padaria Santo Afonso, que neste ano completa 60 anos de existência.

Dona Odete e o marido na comemoração do último aniversário de casamento, maio de 2006

 

 

 

 

Mais do que um relato de experiências de vida de um casal, o senhor Joaquim em Quando os Olhares se Cruzam dá um depoimento dos mais sinceros sobre a importância do amor em nossas vidas. Como, pelo amor, podemos superar qualquer tipo de obstáculo que a vida nos impõe. Um verdadeiro exemplo de vida!
Para mais informações e entrar em contato com o autor, acesse: www.artealacarte.com.br

Fotos: Pedro Cordeiro

, , ,

2 Comentários para “Quando os Olhares se Cruzam, livro de memória de Joaquim Cordeiro”

  1. Quim Cordeiro Says:

    Maurício, obrigado pela delicadeza e sinceridade com que recomenda a leitura deste livro que tive imenso orgulho em produzir.
    Como já lhe havia dito, foi um trabalho intenso que resultou do esforço de uma equipe dedicada e comprometida e da generosidade e confiança de muitos leitores que acreditaram no projeto e antecipadamente investiram seus preciosos recursos.
    Belo serviço seu blog vem prestando com indicações valiosas e de primeira qualidade. Parabéns!

    responder

Deixe uma resposta