Exposição: Adelio Sarro, foto 1

Sarro- O Brasileiro Global: mostra de obras inéditas de Adelio Sarro

De em dezembro 14, 2018

Exposição: Adelio Sarro, foto 1

Uma das 53 obras inéditas de Adelio Sarro em exposição até 13/01 na FEIESP

 

Inéditas ao público brasileiro, 53 obras — entre pinturas e esculturas — compõem a mostra Sarro- O Brasileiro Global, em cartaz no Espaço de Exposições do Centro Cultural FIESP. A exposição faz um breve perfil da carreira de Adelio Sarro, artista plástico natural da cidade paulista de Andradina.

Com curadoria de Eduardo Zompero Dias, a exposição, aberta ao público até o dia 13 de janeiro, retrata a trajetória artística de Sarro, com criações de vários períodos de sua carreira. Aos 68 anos, ele é pintor, desenhista, muralista e poeta e já produziu mais de 8 mil pinturas, além de 200 monumentos entre portais, esculturas e painéis espalhados por várias cidades do Brasil e do mundo, como em Genebra, sede da ONU, no Museu Imperial do Japão, na China e no Santuário de Aparecida/SP.

Exposição: Adelio Sarro, foto 2

O artista ao lado de suas esculturas que abrem a mostra

 

Logo ao entrar na exposição, o público se depara com um conjunto de esculturas: são 4  de grandes dimensões, 7 menores e uma em amarelo com o sugestivo nome de ‘Liberdade e Saudade’. Ao longo da parede de um dos lados da sala há uma linha do tempo com o resumo da vida e carreira de Adelio Sarro, que desde pequeno já mostrava interesse pela pintura; como ajudante do pai na agricultura e na construção civil, ele aproveitava restos de madeira, tinta e outros materiais para realizar seus primeiros trabalhos. Aos 16 anos, já em São Caetano do Sul, faz aulas de pintura e aos 23 anos participa de mostras coletivas e individuais. Em 1980, Sarro ganha o mundo, expondo em países da América Latina, Europa e Japão.

 

Ainda na juventude, Sarro ficou fascinado com as obras de Cândido Portinari e passou a estudar o estilo de grandes pintores como Pablo Picassso, Diego Rivera, José Orozco, até criar o seu próprio estilo. O tema central das telas expostas, sem dúvida, é o Homem, com destaque para os trabalhadores, além de casais e crianças brincando.

 

“Os personagens das telas de Sarro são agricultores, trabalhadores, mulheres, indígenas, mulatas, diaristas, mães e filhos. As mãos fortes e predominantes, pés grandes e descalços, expressões melancólicas que nos levam a um choque emocional frente a uma realidade tão remota e ao mesmo tempo tão próxima”, afirma o curador Eduardo Zompeiro Dias.

 

Exposição: Adelio Sarro, foto 3

Corpos Místicos/2009

Outro destaque da mostra é a sequência de obras voltadas à acessibilidade: ao lado da tela original há uma reprodução em que o deficiente visual pode tocar e captar as imagens e texturas da tela; abaixo há ainda um texto em braile.
Para o orgulho do artista, este ano foi inaugurado na cidade de Vinhedo/SP, onde ele reside atualmente, o Memorial de Artes Adelio Sarro, que num espaço de 2mil m² abriga tanto o acervo dele como local para exposições diversas, salas para workshops, loja de souvenirs, um café, além de oficina de escultura e o ateliê do artista.

Sarro- O Brasileiro Global é uma ótima sugestão de passeio neste período de festas e férias escolares. E o melhor, os ingressos são gratuitos. Confira!

 

 


Roteiro:
Sarro: O Brasileiro Global. Exposição de Adelio Sarro. Curadoria: Eduardo Zompero Dias. Centro Cultural FIESP, Espaço de Exposições, Av. Paulista, 1313. Horários: de terça a sábado das 10h às 22h; domingo das 10h às 20h. Ingressos gratuitos. Temporada: até 13 de janeiro de 2019.

Fotos: divulgação

https://www.mixbrasil.org.br/
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Marcos Zaccharias Publicitário

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: