Peça: Simples Assim, foto 1

Simples Assim: comédia baseada nas crônicas de Martha Medeiros

De em setembro 11, 2019

Peça: Simples Assim, foto 1

Pedroca Monteiro, Georgiana Góes e Julia Lemmertz se revezam em vários papéis

 

 

O espetáculo Simples Assim, que estreou em maio no Rio e está em turnê pelo país — temporada no Teatro Frei Caneca só até o próximo dia 29/09 —, reúne crônicas da escritora gaúcha Martha Medeiros publicadas em dois de seus livros, Quem diria que viver iria dar nisso e Simples Assim, ambos da L&PM Editores.

 

Com direção de Ernesto Piccolo e dramaturgia de Rosane Lima, os três atores, Julia Lemmertz, Georgiana Góes e Pedroca Monteiro, se dividem em vários papéis, em dez cenas sobre o cotidiano e as relações contemporâneas.

 

“A peça A Ronda, de Arthur Schnitzler, inspirou a estrutura circular da montagem, em que personagens se revezam em cenas de duplas. São irmãs, amigos, empregados, amantes, seres estressados, angustiados, bem ou mal-humorados, uma tribo humana vivendo um momento estranho do cotidiano”, explica Rosane Lima.

Peça: Simples Assim, foto 2

Atrizes vivem personagens do cotidiano

 

 

 

A peça começa com um âncora de telejornal (Pedroca), no ar apresentando as notícias do dia. E como todos sabem, na maioria das vezes, a desgraça e a violência dão o tom de todo telejornal. Num dado instante, não suportando mais a sequência de notícias que banalizam a violência, o jornalista interrompe o noticiário e começa a desabafar sobre seu drama pessoal. Imediatamente a diretora (Julia) invade os estúdios e tenta fazer com que o colega volte ao script. Em vão: o rapaz abandona o emprego que tanto sonhou. Cena seguinte é a diretora chegando à casa da irmã (Georgiana), que está arrumando a mala para viajar. Com temperamentos opostos (uma é organizada e pragmática e a outra excêntrica e sonhadora), a que trabalha na TV ensina a irmã a arrumar a mala (levar o essencial) e ambas expõem visões opostas diante da vida.

 

 

Este é tom do espetáculo: com humor e sutileza as cenas vão fazendo um painel sobre o modo de vida das pessoas hoje em dia, desde o casal que se comunica apenas pelo celular, a mulher que contrata uma dublê para poder executar todas as tarefas de sua extensa agenda, a outra que vive só há tempos e tenta encontrar sua cara metade até o casal de amantes em que a mulher resolve abandonar tudo e ir para Marte.

 

 

 

 

 

“A peça traz este espírito esquizofrênico da nossa época: a vida é difícil, mas a simplicidade salva; a tecnologia nos domina, mas o amor segue imperioso. Tudo se entrelaça. É um texto para rir e pensar sobre essa birutice toda”, argumenta a escritora Martha Medeiros.

 

Peça: Simples Assim, foto 3

Julia caminha entre o drama e a comédia

 

 

 

 

 

O texto, sem grandes pretensões e por meio do humor, provoca reflexões profundas. Um exemplo disto é a cena em que a personagem Morte (excelente atuação da Georgiana) entra pela plateia e diante de um incrédulo empresário diz que veio levá-lo. A identificação com cada um dos espectadores é imediata; a própria estrutura cênica (rodízio de personagens) propicia o envolvimento do público. Perfeita sintonia entre os atores e Julia Lemmertz tem a chance de mostrar sua versatilidade ao caminhar com sutileza entre a comédia e o dramático. Espetáculo leve e ao mesmo tempo reflexivo. Confira, só até o final do mês.

 

 

 

 

 

 

Roteiro:
Simples Assim. Texto e adaptação: Martha Medeiros e Rosane Lima. Direção: Ernesto Piccolo. Elenco: Julia Lemmertz, Georgiana Góes e Pedroca Monteiro. Cenografia: Clivia Cohen. Projeções cênicas: Rico e Renato Vilarouca.  Figurino: Helena Araújo.  Iluminação: Felício Mafra. Trilha sonora: Rodrigo Penna.  Preparação corporal: Cristina Moura.  Fotografia: Victor Hugo Ceccato. Produção e idealização: Gustavo Nunes.
Serviço:
Teatro Frei Caneca (600 Lugares), Rua Frei Caneca, 569, Shopp. Frei Caneca, tel. 11 3472-2229.  Horários: sexta às 21h30, sábado às 21h e domingo às 18h. Ingressos: R$ 100 e R$ 50 na sexta; R$ 120 e R$ 60 aos sábado e domingo. Bilheteria: de terça a domingo, das 13h às 19h; sexta e sábado das 13h às 0h. Duração: 80 min. Classificação: 12 anos. Temporada: até 29 de setembro de 2019.

você pode gostar

Marcos Zaccharias Publicitário
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Marcos Zaccharias Publicitário

2 Comentários

Fernando

setembro 11, 2019 @ 12:01

Resposta

Essa resenha resume com exatidão o caldeirão de emoções do espetáculo!!!

Maurício Mellone

setembro 11, 2019 @ 12:50

Resposta

Fernando,
q delícia q vc curtiu a resenha!
Simples Assim é um espetáculo realmente de muitas emoções
Bjs e volte sempre!

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: