Tiago Abravanel impressiona na pele de Tim Maia

De em abril 5, 2012

Tiago Abravanel encarna com perfeição o cantor e compositor Tim Maia

Depois de seis meses de imenso sucesso no Rio, Tim Maia – Vale Tudo, o Musical está em cartaz no Teatro Procópio Ferreira desde março e prova o carisma de Sebastião Rodrigues Maia, o Tim Maia: o público lota o teatro e a temporada paulistana será longa.
Mais do que a história de vida do cantor e compositor carioca, o que mais me chamou a atenção no espetáculo foi a atuação de Tiago Abravanel: sem usar qualquer adereço (barriga postiça, por exemplo) ou suporte cenográfico, o ator vive com perfeição as diversas fases de vida de Tim Maia, desde o garoto ingênuo e sem experiência do subúrbio carioca, passando por sua estadia nos Estados Unidos e a volta ao Brasil, onde sobe degrau por degrau sua meteórica carreira musical, desembocando num final um tanto melancólico, com o envolvimento com drogas e consequente abalo físico. Tiago utiliza somente peruca e na frente da plateia engorda e envelhece de maneira impressionante, o que torna o musical ainda mais envolvente e o personagem central ainda mais carismático.
Nelson Motta já havia lançado em 2007 o livro Vale tudo, o som e a fúria de Tim Maia e com o incentivo do produtor Sandro Chaim e do diretor João Fonseca escreveu o musical sobre a vida de seu amigo. Em Tim Maia – Vale Tudo, o Musical todas as fases de vida do cantor e compositor estão em cena e para fazer a ligação e dar o fio condutor da narrativa, os 11 atores/cantores interpretam os grandes sucessos da carreira de Tim Maia. Assim o público se delicia com mais de 25 sucessos, como Do Leme ao Pontal, Meu País, Primavera, Padre Cícero, Eu Amo Você, Chocolate, Sossego, Me Dê Motivo, Um Dia de Domingo, e, claro que não podia faltar, Vale Tudo, que é cantada no início e no final, com a plateia em delírio e em coro com os atores. A direção musical é assinada por Alexandre Elias e, no palco, são sete músicos que representam a famosa banda Vitória Régia, que acompanhou Tim até o final de sua carreira.

Ao lado de Tiago, são 10 atores/cantores e sete músicos

O elenco, além de acompanhar Tiago em todas as músicas, vive os diversos personagens que passaram pela vida de Tim Maia, como os pais do cantor, Roberto e Erasmo Carlos, Carlos Imperial, Elis Regina, Chico Buarque, Edu Lobo e o próprio Nelson Motta. Para dar vida a Janete, o grande amor de Tim, Lilian Valeska dá um verdadeiro show à parte: divide com Tiago os grandes momentos românticos do musical.
O único senão fica mesmo para o texto de Nelson Motta: por mais que os acontecimentos da vida de Tim Maia tenham sido importantes, tudo poderia ter sido reduzido, compactado. O musical dura por volta de três horas e vinte minutos! O segundo ato é arrastado, com ênfase em demasia à fase do envolvimento do cantor com as drogas.
No entanto, o carisma de Tiago Abravanel com sua composição extraordinária vale qualquer cansaço. E ouvir a seleção musical contagiante de Tim Maia é uma experiência ímpar!

Fotos: Caio Gallucci

você pode gostar

Uba
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Marcos Zaccharias Publicitário

6 Comentários

Well Castro

abril 11, 2012 @ 01:36

Resposta

Faço parte do time que depois de ler sua resenha ficou com ainda mais vontade de ver, cumpriu seu objetivo! Aliás, como sempre digo, seus textos são ótimos!
Agora de férias e com mais tempo vou ler todos, pena que algumas peças e espetáculos não mais conseguirei ver, mas já listei alguns que ainda está em tempo….

Parabéns pelo ótimo trabalho de divulgação do que é bom e vale a pena, cultura!

Aliás, sempre que penso em “Vale Tudo” me vem a mente esse verso… Só não vale dançar homem com homem, nem, mulher com mulher…” Confesso que fiquei curioso pra saber se realmente alteraram essa parte!

Beijo grande!

Maurício Mellone

abril 11, 2012 @ 14:53

Resposta

Well:
Obrigado pelos elogios!
Minha intenção é mesmo incentivar o púlbico
a participar e assistir aos espetáculos em cartaz
na cidade. Minhas resenhas têm este objetivo de
fazer com quem me lê vá conferir!
E vc é um dos meus seguidores que me ajudam a
continuar este trabalho, obrigado!
Sobre Vale Tudo: o espetáculo precisa ser visto
principalmente pela atuação do Tiago Abravanel;
e a música é cantada duas vezes (numa delas há
a inversão da letra… rsrsr)
Bjs e volte sempre!

João Paulo

abril 5, 2012 @ 18:27

Resposta

Já tinha ouvido falar desta peça… depois de ler esse texto a vontade aumentou mais a inda……
abrasssssssssssss

Maurício Mellone

abril 6, 2012 @ 19:19

Resposta

JP:
q bom saber q depois de ler minha resenha vc ficou
com mais vontade de assistir ao musical sobre Tim Maia.
Cumpri meu objetivo!
Obrigado pela visita e volte sempre!
Bjs

Mario Viana

abril 5, 2012 @ 17:04

Resposta

Tiago é maior que o espetáculo, mas em nenhum momento transparece isso pra plateia. Ele se integra ao todo, com humildade e perfeição. Além disso, ele não pretende “ser” o Tim Maia, ele é um (ótimo) ator que interpreta o Tim Maia. Isso faz toda a diferença.
Agora, foi impressão minha ou a produção cedeu ao politicamente correto e alterou o refrão de “Vale Tudo”? “Até vale dançar homem com homem / e mulher com mulher”. Eu sei que isso tira a carga machista da letra original, mas convenhamos, é babaca demais alterar a letra por causa disso.

Maurício Mellone

abril 6, 2012 @ 19:22

Resposta

Mário:
Vc tem toda a razão, o Tiago é um excelente
ator q está interpretando o Tim Maia neste
momento de sua carreira.
Sobre a canção Vale Tudo, fiquei até em dúvida
sobre a letra, agora q vc disse confirma a minha
dúvida… eles alteraram a letra original?
Fica lançada aqui a questão!
Bjs

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: