Toda Nudez Será Castigada: Antunes Filho revê Nelson Rodrigues

De em outubro 8, 2012

Toda Nudez Será Castigada 1

Ondina Clais Castilho e Leonardo Ventura encarnam o casal Geni e Herculano da peça de Nelson Rodrigues

Esta união de talentos não podia ficar de fora das festividades dos 100 anos de nascimento do maior dramaturgo brasileiro. Pela oitava vez o diretor Antunes Filho retorna à obra de Nelson Rodrigues, não só para homenageá-lo como também para comemorar os 30 anos do CPT, grupo que criou no SESC. De Nelson, a companhia já encenou em 1989 Paraíso, Zona Norte, inspirado em duas peças dele (Os Sete Gatinhos e A Falecida), Nelson Rodrigues, o Eterno Retorno em 1981 (coletânea de quatro peças, Os Sete Gatinhos, Beijo no Asfalto, Álbum de Família e Toda Nudez Será Castigada) e em 1984 Nelson 2 Rodrigues (com duas peças Álbum de Família e Toda Nudez...).
Desta vez Antunes foi convidado pelo SESC a fazer uma leitura de alguma peça de Nelson e ele resolveu montar as cenas iniciais de Toda Nudez Será Castigada. Não conseguiu parar e a peça está de volta ao Teatro Anchieta, permanecendo em cartaz até o final do ano.
Nesta nova montagem, agora minimalista e enxuta (somente uma mesa com cadeiras e uma pequena estante compõem o cenário), Antunes Filho com maestria traz de volta o universo de Nelson Rodrigues para o centro da cena. De acordo com o crítico Sebastião Milaré, um estudioso da obra de Antunes, a montagem atual de Toda Nudez ganha especial relevo dentro das homenagens ao dramaturgo:

 

A essência de Nelson Rodrigues é assim revelada pelo artista que compreendeu como  ninguém a sua natureza poética. Dá-se ali o diálogo sobre a condição humana, estabelecido por poetas que se entendem e se complementam, pois um é da escrita e outro é da cena”, diz o crítico.

 

A trama em início quando Herculano (Leonardo Ventura) chega em casa e ao perguntar por Geni, vivida por Ondina Clais Catilho, recebe uma fita; ele a coloca no gravador e é surpreendido com a voz da mulher:

 

Aqui quem te fala é uma morta!”

 

A partir daí a história retrocede no tempo e o drama de Herculano vem à tona. Viúvo e de luto fechado, ele é convencido pelo irmão Patrício (Marcos de Andrade) a se distrair. Aceita ir ao prostíbulo e lá conhece e se apaixona pela prostituta Geni. Influenciada por Patrício, Geni diz a Herculano que só se deita com ele novamente depois do casamento. Herculano reluta, mas mesmo com desaprovação do filho Serginho (Lucas Rodirgues) e das três tias carolas (Mariana Leme, Fernando Aveiro e Naiene Sanchez) ele se casa com a prostituta. Mas nada é banal em Nelson Rodrigues: Serginho só aceita o casamento do pai depois de seduzir a futura madrasta. As relações familiares e convenções sociais são reviradas e postas em cheque pelo dramaturgo.

Toda Nudez Será Castigada 2

Geni em cena de seu casamento[gallery]

 

Mais do que apresentar a tortuosa trama rodrigueana, Antunes tem uma maneira peculiar para contar uma história, um método próprio, que fica ainda mais evidente nas peças de Nelson.  Em Toda Nudez Será Castigada a movimentação dos atores no palco, o gestual dos personagens e a impostação de voz dos atores (principalmente de Ondina que interpreta a falecida Geni) caracterizam a visão dramatúrgica do diretor, que não se cansa de inovar.
Imperdível!

Fotos: Emídio Luisi


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento