Filme: Uma família de dois, foto 1

Uma família de dois: filme revela construção da relação de pai e filha

De em julho 5, 2017

Filme: Uma família de dois, foto 1

Omar Sy e Gloria Colston são os protagonistas da produção franco-britânica de Hugo Gélin

A produção franco-britânica dirigida por Hugo Gélin, Uma família de dois, se vale do carisma e do talento do ator Omar Sy para contar a história inusitada do bon vivant Samuel, um solteiro convicto que gerencia um resort no sul da França. O trabalho dele é organizar passeios de barco com os hóspedes durante o dia e à noite ser o mestre de cerimônia das baladas do local. Tudo tranquilo até o dia em que pela manhã ele é acordado por Kristine, interpretada por Clémence Poésy, que com uma garotinha no colo, de poucos meses de vida, diz que ela é filha deles. Num pequeno descuido de Samuel, a mulher volta para o táxi e desaparece no mundo. Desnorteado e sem saber o que fazer com a nenê, ele parte para Londres para tentar devolver a criança para a mãe. Sem conhecer a cidade e com uma única pista — o último emprego de Kristine —, Samuel não consegue encontrá-la, mas é auxiliado por Bernie, vivido por Antoine Bertrand, um produtor de filmes de ação que lhe oferece um emprego como dublê, além de hospedar os dois em sua casa por um tempo.
Samuel e Gloria, papel da atriz mirim Gloria Colston, constroem uma rica e próxima relação, mas a garota sonha em conhecer a mãe. Passados 8 anos, Kristine volta, tenta recuperar o tempo perdido e quer passar a viver com a filha. Como não há entendimento entre os responsáveis pela menina, a solução vai parar na Justiça, com emocionantes revelações.

Filme: Uma família de dois, foto 2

Kristine, papel de Clémence Poésy, reaparece depois de 8 anos e revoluciona a vida de Samuel e Gloria

O roteiro, assinado pelo diretor e por Jean-André Yerles, é uma refilmagem do sucesso mexicano de 2013, Não aceitamos devoluções, de Eugenio Derbez. Com uma abertura em animação, o filme francês começa com Samuel ainda criança sendo desafiado pelo pai para pular no mar de cima de uma imensa montanha. Já adulto Samuel tenta imprimir na sua relação com Gloria o ensinamento de seu pai, ou seja, de enfrentar sempre os desafios, sem medo. O que mais atrai na trama é a construção desta relação pai e filha: de um solteiro convicto e livre de regras, Samuel torna-se um pai responsável e acima de tudo muito amigo de Gloria (as cenas do crescimento da menina são em ritmo acelerado e reveladoras da união deles). Daí a indignação de Samuel quando Kristine volta e quer levar a filha para morar nos Estados Unidos com ela. Além da tensão dos tribunais, o tom dramático é intensificado com a descoberta de uma doença grave em um dos personagens.

Filme: Uma família de dois, foto 3

Emocionante a relação criada entre pai e filha

O diretor sabe dar a dosagem exata entre comédia e drama, o que envolve o espectador desde a cena inicial até o clímax. E o grande responsável por esta empatia é o ator Omar Sy (revelado no bem-sucedido Intocáveis), que imprime verdade ao personagem, levando o espectador do riso à comoção com a maior facilidade. Sem dúvida um ótima opção para as férias de meio de ano: adultos e crianças (classificação 12 anos) vão se divertir e se emocionar.

 

 

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento