Peça: Unfaithful, foto 1

Unfaithful: peça do irlandês Owen McCafferty esmiúça relação conjugal

De em dezembro 11, 2017

Peça: Unfaithful, foto 1

Elenco: Laerte Késsimos, Noemi Marinho, Luna Martinelli e Helio Cicero

Antes do término da temporada teatral 2017, você ainda tem a chance de assistir a um grande espetáculo. Só até a próxima segunda, no Teatro do Núcleo Experimental , últimas apresentações da peça Unfaithful, do dramaturgo irlandês Owen McCafferty. Com direção da atriz Lavínia Pannunzio, a montagem disseca o relacionamento conjugal. Num bar de hotel dois casais discutem a relação: primeiramente o casal jovem, Peter e Tara, vividos por Laerte Késsimos e Luna Martinelli, contestam a forma como ganham a vida: ela é caixa de supermercado e ganha pouco e ele, ao contrário, ganha bem sendo garoto de programa. Mesmo não gostando da profissão do amado, Tara é obrigada a aceitar, mas quer experimentar um sexo sem envolvimento afetivo. Ela se insinua para Tom, interpretado por Helio Cicero, que está tomando cerveja depois do trabalho. Com idade para ser pai da garota, Tom prefere conversar com ela a trair a esposa Joan, papel de Noemi Marinho. Mas esta traição é descoberta por Joan e os quatro são obrigados a rever suas vidas.

Peça: Unfaithful, foto 2

Tara( Luna) quer fazer sexo com Tom (Cicero)

Ao entrar na sala de espetáculo, os espectadores escolhem seus lugares num espaço com poltronas, sofás e cadeiras onde os quatro personagens já estão em cena. É o bar do hotel, onde tudo acontece. As cenas são sempre com dois personagens e os outros dois se misturam à plateia; primeiro o jovem casal, depois a garota com o homem mais velho, depois a Joan e o garoto de programa e por fim tanto os jovens quanto o casal mais experiente têm um embate definitivo.

“A consciência do espectador fica maior que a consciência dos personagens. O público passa a operar como um agente decifrador do comportamento anímico daqueles quatro personagens, na medida em que passa a conhecer os outros lados do quarteto de solitários”, argumenta Lavínia Pannunzio.

Mais do que discutir a situação vivida pelos personagens, o texto de McCafferty provoca uma reflexão sobre conceitos da relação a dois nos dias atuais, como traição, fidelidade, diferença de idade e condição financeira entre os cônjuges e, principalmente, a solidão, o envelhecimento e o amor verdadeiro entre duas pessoas.  Além da dramaturgia envolvente, a concepção cênica da direção, aliada à cenografia de Cássio Brasil, fazem com que o espectador se sinta cúmplice da narrativa. A interpretação é outro destaque da montagem: os atores estão em perfeita sintonia. Entretanto, Noemi Marinho, com sua atuação visceral, mostra todos as nuances da personalidade de uma senhora que ao se sentir traída, provoca uma profunda reavaliação de sua vida conjugal.
Programem-se, só mais três apresentações.

Peça: Unfaithful, foto 3

Noemi e Helio vivem casal experiente

Roteiro:
Unfaithful
. Texto: Owen McCafferty. Tradução: Renata Aspesi. Direção: Lavínia Pannunzio. Elenco: Noemi Marinho, Helio Cicero, Laerte Késsimos e Luna Marttinelli. Cenografia e adereços: Cássio Brasil. Figurinos: Anne Cerutti. Iluminação: Aline Santini. Trilha sonora, sonoplastia e engenharia de som: L. P. Daniel. Direção de produção: Carla Estefan. Fotografia e documentação em vídeo: Leekyng Kim. Produção: Metropolitana Gestão Cultural. Idealização: Laerte Késsimos. Criação: Sociedade Líquida.
Serviço:
Teatro do Núcleo Experimental (65 lugares), Rua Barra Funda, 637, tel. 11 2122-4070. Horários: sábado às 21h, domingo às 19h e segunda às 21h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20. Duração: 80 minutos. Classificação: 16 anos. Temporada: até 18 de dezembro.


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento