Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 1

O que mantém um homem vivo?: últimos dias da terceira montagem da peça

De em dezembro 12, 2019

Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 1

Georgette Fadel, Renato Borghi e Elcio Nogueira Seixas atuam e dirigem o espetáculo

 

Em 1973, com o Brasil imerso na ditadura militar, os atores Renato Borghi e Esther Góes criaram o roteiro da peça O que mantém um homem vivo?, com textos do dramaturgo alemão Bertolt Brecht que, com ironia e sarcasmo, refletem sobre a trajetória da humanidade. Passados 10 anos, com o país num processo de redemocratização, os atores retomaram o espetáculo e hoje (passados quase 50 anos da estreia), em que voltamos a enfrentar uma onda conservadora e autoritária, a peça está de volta ao Teatro Anchieta do SESC Consolação. A temporada termina neste domingo, dia 15/12.

 

 

Recheado de indagações e com canções de Kurt Weill, Hanns Eisler, Paul Dessau e Jards Macalé, o roteiro se mantém atual justamente porque reflete sobre quatro valores essenciais da humanidade: Bondade, Ciência, Justiça e Amor. Nesta terceira montagem Borghi divide o palco e a direção com Elcio Nogueira Seixas e Georgette Fadel.

 

Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 2

Montagem traz trechos de várias peças de Bertolt Brecht

 

 

Com cenário de Daniela Thomas constituído de caixas de papelão dispostas em um grande círculo no meio do palco, o prólogo da peça é com os três atores na boca de cena cantando e fazendo a apresentação do espetáculo. O tom político, reflexivo e sarcástico se mantém durante todo o espetáculo (120 minutos de duração) e no programa da peça o diretor justifica a retomada do espetáculo neste momento histórico do país:

 

 

 

 

 

“A mão fria do poder econômico começou a pesar sobre os ombros do povo brasileiro. É o momento de pensar dialeticamente. De entender em profundidade o que acontece para poder reagir e transformar. E Brecht conhece o que se esconde sob as propostas obsessivas de uma virtude moralista. Ele examina com frieza e ironia as engrenagens dos sistemas de exploração do homem e denuncia o que realmente se esconde debaixo das fanáticas declarações de amor à família e aos bons costumes. Brecht desmascara a grande farsa”, atesta Renato Borghi.

 

 

 

Georgette, Elcio e Renato vivem mais de vinte personagens dos trechos das obras de Brecht, que incluem dentre outras Santa Joana dos Matadouros, A Boa Alma de Setsuan, A Vida de Galileu Galilei, Terror e Miséria no Terceiro Reich, A Ópera dos Três Vinténs e O Homem Novo. Com uma dramaturgia corrosiva (em alguns momentos chega a ser panfletária), a montagem se destaca pela atuação dos atores — o texto final dito por Borghi comove a plateia. Destaque ainda para o figurino de Cássio Brasil e para a direção musical de Gilson Fukushima.

 

 

 

Peça: O que mantém um homem vivo?, foto 3

Borghi assina o roteiro com Esther Góes

Roteiro:
O que mantém um homem vivo?. Textos: Bertolt Brecht. Roteiro e adaptação: Renato Borghi e Esther Góes. Direção: Renato Borghi. Codireção: Elcio Nogueira Seixas e Georgette Fadel. Elenco: Renato Borghi, Elcio Nogueira Seixas e Georgette Fadel. Direção de arte: Daniela Thomas. Figurino: Cássio Brasil. Iluminação: Beto Bruel. Direção musical: Gilson Fufushima (músicas de Kurt Weill, Hanns Eisler, Paul Dessau e Jards Macalé). Fotografia: Luísa Bonin. Direção de produção: Pedro de Freitas/ Périplo.
Serviço:
SESC Consolação, Teatro Anchieta (280 lugares), rua Dr. Vila Nova, 245, tel. 11 3234 3000. Horários: de quinta a sábado às 21h e domingo às 18h. Ingressos: de R$40 a R$12. Duração: 120 min. Classificação: 14 anos. Temporada: até 15 de dezembro.

Favo do Mellone
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Favo do Mellone

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: