Livro: Reentrâncias, foto 1

Reentrâncias: primeiro livro de poesias de Ricardo Buono

De em novembro 28, 2019

 

Livro: Reentrâncias, foto 1

Livro de estreia do jornalista e escritor Ricardo Buono

 

Jornalista há quase 40 anos e às vésperas da aposentadoria, Ricardo Buono acaba de lançar sua primeira publicação em livros, Reentrâncias, que reúne mais de 40 poesias, divididas em quatro subtítulos — da poesia, do amor, da vida e do mundo —, e que são o retrato de um homem de olhar sensível a tudo o que o rodeia.

 

 

Profissional da imprensa segmentada, Buono até “fez circular poemas”, como ele mesmo diz, no período acadêmico; nos anos 1980 tentou publicar a primeira obra de poesias, mas desistiu. Recentemente postou em blog pessoal algumas crônicas. Por isso que este pode ser considerado oficialmente sua estreia literária.

 

 

Palavras como balas,/
Belas palavras/
em rajadas.

 

 

 

O poema acima, Disparo, está logo nas primeiras páginas do livro e define bem o que o leitor irá encontrar. Primeiro a relação intrínseca do autor com a palavra; depois o amor em sua vida, ao lado da amada e do filho (De encontro fortuito fez-se a nossa vida,/E outra vida logo se pôs./Somos três até hoje, e até talvez.). Os dois segmentos seguintes trazem a visão filosófica e política do poeta para o mundo em que vivemos:

 

 

Livro: Reentrâncias, foto 2

O autor hoje é redator de publicidade

 

“Penso no tempo e no que se passa no tempo./
Penso nas mortes e nas suas significâncias./

Penso neste mundo cruel de democratas déspotas./
Penso nas mentes ardilosas a pensar em si mesmas/
E em mais nada.”

 

 

 

No prefácio do livro, a jornalista e escritora Leusa Araujo — autora dentre outros do livro de contos Senão eu atiro e outras histórias verídicas (Quelônio/17) — enfatiza que o autor, aos 64 anos, busca na poesia as respostas para a angústia do homem no século XXI, “sem abdicar das formas e experimentações com as palavras”. Impossível não se emocionar com o teor contundente e político da poesia de Buono, expressa com estilo e criatividade:

 

 

 

 

“Somos infindável sangue derramado por incurável doença,/
A escorrer por morros encostas desertos guetos favelas,/

Sangue inocente da criança palestina, do negro brasileiro,/
De trans gays lésbicas nas esquinas do mundo.”

 

 

Se o autor, como catarse, expõe a angústia e a dor diante do tumultuado mundo em que vivemos hoje, há também humor em Testamento e esperança em Autobiografia, quando diz:

“Até que,/
o resgate a palavra o livro/
a liberdade.
E sigo, sorriso inquieto,/
voos incertos.”

 

 

Sem dúvida, com Reentrâncias Ricardo Buono chega para provocar reflexão e ao mesmo tempo emocionar. Além de uma edição cuidadosa, destaque para a capa do livro, uma criação do fotógrafo Paulo Gil. Junto-me ao coro de Leusa, que no prefácio expõe o desejo que este seja somente o primeiro de muitos outros.

 

Livro: Reentrâncias, foto 3


Ficha técnica
:
Titulo: Reentrâncias
Autor: Ricardo Buono
Edição do Autor; 80 páginas
Preço: R$ 30 (ricardo.buono@hotmail.com)

Fotos: divulgação

Favo do Mellone
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Favo do Mellone

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: