Medeia: com Bete Coelho, peça baseada em mito grego une teatro/filme

De em fevereiro 12, 2021

Além de dirigir com Gabriel Fernandes, Bete Coelho protagoniza o espetáculo

 

Diante de dificuldades — como as causadas pela pandemia da Covid-19 que provocou o fechamento de cinemas, teatros e casas de espetáculo — os artistas se reinventam e trazem novidades. É o caso da Cia BR 116, que para comemorar os 10 anos de existência iria em 2020 apresentar nos palcos Medeia, peça de Consuelo de Castro inspirada na mitologia grega. Impossibilitado, o grupo criou o projeto audiovisual, que eles chamam de teatrofilme, que é transmitido pelo canal do You Tube da Cia BR 116.

 

A montagem que mistura a linguagem teatral e a cinematográfica reconstitui o mito grego de Medeia, interpretada pro Bete Coelho, a feiticeira que usou seus poderes mágicos para ajudar as conquistas de seu marido Jason (Flávio Rochaa). Com direção conjunta de Bete Coelho e Gabriel Fernandes, o elenco se completa com a participação de Roberto Audio na pele de Creonte, Michele Matalon como Ama, Matheus Campos, que interpreta Apsirto e Luiza Curvo, que dá vida à Glauce.

 

 

Apsirto (Matheus Campos) e Medeia (Bete)

 

 

 

Um dos personagens mais instigantes da mitologia, que expressa de forma intensa sentimentos antagônicos (amor e ódio) e até cruéis, Medeia já inspirou a criação de inúmeras expressões artísticas no teatro, cinema, artes plásticas, sendo a mais conhecida na peça de Eurípedes.

 

 

 

 

 

 

 

Bibi Ferreira em Gota d’água: montagem de 1975

 

 

Aqui no Brasil, em plena ditadura militar na década de 1970, o mito de Medeia originou a premiada montagem Gota d’Água, de Paulo Pontes e Chico Buarque, dirigida por Gianni Ratto e protagonizada por Bibi Ferreira.
Na versão pungente de Consuelo de Castro, a traição que a personagem sofre não se restringe apenas à vida amorosa; a autora expande a traição para o campo político e social, o que fica  evidente nesta montagem:

 

 


“Vemos uma trupe de atores se apropriar de uma tragédia que ainda é nossa: o poder infame e corrupto. Vemos uma mulher — com sua capacidade política, transgressora e intuitiva — sendo esmagada. Vemos, afinal, o início e fim de toda tragédia. Ações humanas sob o signo do sofrimento”, argumenta Bete Coelho.

 

 

 

 

 

 

Grande atuação de Roberto Audio como Creonte

 

Além do texto profundo e provocativo, a montagem enfatiza o conflito pessoal e político de Medeia por meio da filmagem em preto e branco, dos contrastes e de cenas em que os personagens contracenam com espelho; as tomadas no palco e em locações externas também amplificam o drama e o trágico da peça, o que torna este o espetáculo realmente um misto de cinema e teatro. Destaque para a bela direção de fotografia de Gabriel Fernandes e para a cenografia e figurinos assinados por Cássio Brasil. Bete Coelho mais uma vez esbanja talento na sua composição visceral da complexa Medeia. Roberto Audio e Michele Matalon também chamam a atenção por suas grandes atuações. Espetáculo denso, forte e de grande impacto. Não perca!

 

 

 

Roterio:
Medeia
. Texto: Consuelo de Castro. Direção: Gabriel Fernandes e Bete Coelho. Elenco: Bete Coelho, Luiza Curvo, Michele Matalon, Roberto Audio, Flavio Rochaa e Matheus Campos. Fotografia e edição: Gabriel Fernandes. Direção de arte, cenografia e figurino: Cássio Brasil. Direção musical: Felipe Antunes. Direção de produção Lindsay Castro Lima e Mariana Mantovani. Realização: Cia BR 116.
Serviço:
Peça filmada com transmissão pelo canal You Tube da Cia BR 116. Horários: de quarta a sábado às 20h e domingo às 18h. Ingressos: gratuitos. (https://www.youtube.com/channel/UCI1SHxolUe9vFrWboCD57Jg).  Duração: 60 min. Classificação: 18 anos. Temporada: até 12 de março.

Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
28º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

2 Comentários

Dinah Sales de Oliveira

fevereiro 12, 2021 @ 19:51

Resposta

Maurício,
Acho que vou seguir sua dica e me programar pra ver essa peça/filme
Parece muito bacana essa nova montagem de Medeia.

Bjs.

Maurício Mellone

fevereiro 12, 2021 @ 20:05

Resposta

Dinah, acho q vc pode gostar, um ‘produto’ diferente, pois é teatro, mas tudo foi filmado.
Bete Coelho arrasa!
Bjs e obrigado por sua presença sempre constante e enriquecedora!

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: