O seu terrível abraço: romance do escritor paulista Tiago Ferro

De em janeiro 19, 2024

Segundo romance do ficcionista, ensaísta e editor Tiago Ferro

 

 

Depois do sucesso do primeiro romance, O pai da menina morta/Todavia 2018, que recebeu o Prêmio Jabuti e o Prêmio São Paulo de Literatura, ambos em 2019, o escritor paulista Tiago Ferro está de volta com o romance O seu terrível abraço, lançado pela Editora Todavia.

 

 

Com uma linguagem entrecortada com memória, fantasia e realidade a trama narra o drama de um escritor famoso que, beirando os 50 anos, descobre ser portador de uma doença incurável. Na orelha do livro os editores afirmam:

 

 

 

“A consciência da finitude arrasta o protagonista para uma torrente de memórias formativas. E descortina a incômoda verdade: ele, como toda sua geração, teve à sua disposição todas as opções do mundo para florescer. Agora, porém, só lhe resta torcer para ter um fim um pouco menos horrendo.”

 

 

 

 

 

 

 

Tiago Ferro é um dos fundadores da plataforma e-galáxia

 

 

 

Nascido em 1976 em São Paulo, Tiago Ferro, além de ficcionista, é editor, ensaísta e um dos fundadores da plataforma de publicações independentes e-galáxia. Em seu primeiro romance a trama é baseada em seu drama pessoal, a perda de sua filha, aos 8 anos. Já em O seu terrível abraço o protagonista também é um escritor consagrado e tem quase a mesma idade do escritor. No entanto, o personagem, por descobrir que tem pouco tempo de vida, começa a revisitar todos os momentos de sua existência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Numa narrativa truncada, em que o personagem mistura lembranças de sonhos, fantasia, memória e realidade, o leitor é obrigado a ir montando um quebra cabeça sobre a trajetória de vida daquele homem doente. O leitor pode fazer uma associação com o Brasil descrito na trama, um país que enfrentava uma das mais violentas pandemias, com governantes ultraconservadores e que desprezavam toda e qualquer manifestação cultural.

 

 

 

 

 

 

A polícia faz uma blitz numa festa ilegal nos Jardins em São Paulo durante a pandemia. Uma socialite bêbada grita com a polícia: ‘Vai pra favela’!”

Me encaro no espelho por tanto tempo que vejo como será a minha expressão no meu próprio velório.

 

 

 

 

 

Confesso que, como leitor e admirador da literatura brasileira contemporânea, tive muita dificuldade com a obra de Ferro. As incansáveis citações (filmes e livros), as idas e vindas na trajetória do personagem, as memórias e lembranças colocadas ao lado da realidade daquele homem doente (e do país nada saudável) carecem de um fio condutor. O leitor cansa (eu cansei) pela falta de rumo da trama. O terrível abraço é o da morte? Talvez, o tom depressivo e melancólico do desfecho pode ser a resposta a esta pergunta.

 

 

 

 

 


Não, não vai dar tempo de crescer, virar homem, acabou.
…Uma natureza descontrolada, filha de Hiroshima e Tchernobil, filha da ganância e da covardia, do medo e dos abusos todos, e também dos arrependimentos.
…Então foda-se. Pelo menos quero estar lúcido pra saber como termina.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ficha técnica:
Título: O seu terrível abraço
Autor: Tiago Ferro
Editora: Todavia, 147 pgs
Preço: R$ 69,90

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: