RSS FACEBOOK TWITTER

Jovem e Bela, de François Ozon: o que leva uma garota à prostituição?


 

Filme: Jovem e Bela, foto 1

Marine Vacth interpreta Isabellle, que após perder a virgindade resolve se prostituir

Assim como em seu filme anterior Dentro da casa , o diretor francês François Ozon, que também assina o roteiro, volta a ter adolescente como condutor da trama. Desta vez em Jovem e Bela (Jeune & Jolie) é a garota que acaba de completar 17 anos, Isabelle, interpretada por Marine Vacth, que centraliza todas as ações do filme.  Durante as quatro estações do ano o espectador acompanha a evolução da vida de Isabelle: tudo começa no verão, em que a menina, com a cumplicidade do irmão caçula Victor (Fantin Ravat) resolve perder sua virgindade com um namoradinho alemão (Lucas Prisor). Mas já na estrada de volta, ela nem mais se lembra do garoto. Ao chegar em casa, Isabelle para intensificar seus conhecimentos sobre sexualidade e de seus desejos, cria uma página na internet com fotos sensuais (omitindo o rosto) e vira garota de programa de luxo.

Filme: Jovem e Bela, foto 2

Géraldine Pailhas é Sylvie, que se revolta com Isabelle, mas não deixa de apoiar a filha

Os encontros  de Isabelle são sempre à tarde, em grandes e luxuosos hotéis e sempre com homens mais velhos. Sem culpa e sem motivo aparente (é de classe média e não tem problema financeiro), Isabelle dá a impressão que optou pela aventura sexual da prostituição só para conhecer mais o seu corpo, sua sexualidade e seu poder de sedução. Tanto que depois do acidente — em pleno sexo, seu cliente George (Johan Luysen) morre —, questionada pela mãe Sylvie (Géraldine Pailhas) e pela polícia, a garota não sabe explicar o que a levou àquela vida.

“Para mim, o filme é a história de uma jovem mulher que não conseguimos apreender, que nos escapa…”, disse François Ozon em entrevista na ocasião do Festival de Cannes/13.

Com a intenção de não dar respostas, o diretor em Jovem e Bela joga um foco de luz sobre a adolescência deste início de século XXI, sem qualquer tipo de julgamento ou tentativa de explicação. A juventude e a beleza da garota só ampliam o mistério em sua volta. Ao espectador, resta tentar decifrar o mundo nebuloso e misterioso desta linda garota.

Filme: Jovem e Bela, foto 3

Cartaz do filme, que tem direção e roteiro de François Ozon

 

 

Destaque para a composição da adolescente de Marine Vacth (que tem 23 anos) e para as canções de Françoise Hardy, que pontuam cada estação e fase da vida de Isabelle.

 

 
Fotos: divulgação

, , , ,

Maurício Mellone

Como jornalista — tendo atuado em rádio, TV, jornal, revistas e assessoria de imprensa —, a palavra sempre foi minha matéria prima. No entanto, desde 2000 venho cultivando o plano B, ou seja, mantenho no meu velho PC um arquivo com meus escritos, que na verdade já era um pré-blog. Lá, deixo fluir a imaginação para que a linguagem inclusive ganhe novos contornos.


Ver todos os posts de Maurício Mellone »

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta