Peça: Os Guardas do Taj, foto 1

Os Guardas do Taj: por lenda indiana, peça discute poder e amizade

De em janeiro 15, 2018

Peça: Os Guardas do Taj, foto 1

Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi protagonizam trama do norte-americano Rajiv Joseph

Depois de uma turnê por Portugal, os atores Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi acabam de estrear no Teatro Raul Cortez o espetáculo Os Guardas do Taj, do dramaturgo norte-americano Rajiv Joseph, com direção de Rafael Primot e João Fonseca.
O autor é filho de indiano e foi buscar numa das lendas sobre a construção do monumento Taj Mahal o mote para a peça. O imperador Shah Jahan, no século XVII, mandou construir em Agra, na Índia, o mausoléu em homenagem à esposa após sua morte no parto do 14º filho do casal. Segundo a lenda, enciumado com a beleza do monumento, o xá mandou cortar as mãos do 20 mil homens que trabalharam na obra para que nenhuma outra edificação superasse o Taj Mahal. A peça está centrada na ação dos dois guardas: Humayun (Gianecchini) é filho de militar e de uma obediência atroz, já Babur (Tozzi) é um brincalhão e questiona toda e qualquer ordem. Eles são os escolhidos para executar a ordem imperial, o que irá abalar definitivamente a amizade deles.

Peça: Os Guardas do Taj, foto 2

Atores são dirigidos por Rafael Primot e João Fonseca

A peça tem início com Humayun  já a postos, de costas para o monumento na véspera de sua inauguração; Babur chega atrasado e ainda se arrumando. Eles não podem olhar para trás — assim como a plateia, que só tem acesso a uma grande muralha que se movimenta durante a trama — e por meio da conversa deles o espectador identifica as personalidades distintas dos dois guardas, que são amigos desde a infância. É durante a noite de vigília que eles descobrem que serão os responsáveis por executar a ordem imperial, o que faz com que os atritos e as diferenças de visão de mundo fiquem mais evidentes e intransponíveis.
Mesmo com opiniões diversas, os guardas executam a ordem macabra e, ensanguentados, passam a questionar preceitos como a beleza, o poder, a fidelidade ao imperador e à ordem e, principalmente, o real significado da amizade. Para Primot, codiretor ao lado de João Fonseca e responsável pela tradução e adaptação da peça, a trama é sobre amizade:

“A peça de Rajiv Joseph é sobre a história da amizade entre estes dois guardas e como ela fica abalada em função das contradições íntimas deles”, argumenta Rafael Primot.

A trama traça um desenho de forte impacto emocional: se o início há um tom cômico e leve, a história ganha uma conotação épica e dramática, com três instantes de profunda comoção. Produção primorosa (parceria da brasileira Morente Forte com a lusitana Plano 6), em que figurino, cenário, visagismo, iluminação e trilha sonora corroboram para a interpretação vigorosa tanto de Reynaldo Gianecchini como de Ricardo Tozzi. O espetáculo Os Guardas do Taj abre a temporada teatral paulistana 2018 com brilhantismo e audácia. Não perca, o espetáculo permanece em cartaz até final de março.

Peça: Os Guardas do Taj,foto 3

Enredo vai da comédia ao drama

Roteiro:
Os Guardas do Taj
. Texto: Rajiv Joseph. Tradução e adaptação: Rafael Primot. Direção: Rafael Primot e João Fonseca. Elenco: Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi. Música original: Marcelo Pellegrini. Figurino: Fabio Namatame. Cenografia: Marco Lima. Iluminação: Dani Sanchez. Visagismo: Guilherme Camilo. Fotografia: Rogério Martins e João Caldas Fº. Produção executiva: Martha Lozano. Idealização: Rafael Primot e Enkapothado Artes. Realização: Morente Forte Produções Teatrais.
Serviço:
Teatro Raul Cortez (513 lugares), Rua Dr. Plínio Barreto, 285, tel. 11 3254-1631. Horários: sexta e sábado às 21h e domingo às 18h. Ingressos: sexta R$ 60, sábado R$ 80 e domingo R$ 70. Bilheteria: terça a quinta das 15h às 20h; sexta a domingo a partir das 15h. Vendas: 11 2626-5282 ou. Duração: 75 min. Classificação: 12 anos.  Temporada: até 25 de março.

Marcos Zaccharias Publicitário
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: