Filme: Os pobres diabos, foto 1

Os pobres diabos: filme narra saga de companhia circense pelo Nordeste

De em julho 11, 2017

Filme: Os pobres diabos, foto 1

Chico Diaz interpreta o palhaço do Gran Circo Teatro Americano

Os bastidores de uma decadente companhia circense que circula se apresentando pelo Nordeste brasileiro. Este o mote central de Os pobres diabos, filme escrito e dirigido por Rosemberg Cariry e que traz no elenco Chico Dias, Silvia Buarque, Gero Camilo e os veteranos atores da Paraíba, os irmãos Everaldo Pontes e Zezita Matos.
A trama acompanha as viagens do Gran Circo Teatro Americano, que vive um momento de total precariedade, tanto que um dos artistas da trupe desabafa que eles hoje vendem o almoço para pagar o jantar, tamanha a miséria da companhia. No entanto, uma coisa não lhes falta: o amor à arte circense. Eles se apresentam pelas cidadezinhas do sertão nordestino com histórias baseadas na literatura de cordel.

Filme: Os pobres diabos, foto 2

Silvia Buarque, Chico e Gero Camilo vivem inusitado triângulo amoroso

O filme começa na estrada com o grupo percorrendo o interior do Ceará até chegar num  descampado próximo à cidade de Aracati; o dono da companhia, vivido por Everaldo Pontes, resolve parar ali, na periferia, para evitar os aluguéis das cidades. Aos poucos a lona, bem danificada, é erguida, os trailers começam a ganhar vida e os artistas iniciam os ensaios de seus números. Tudo ali é precário e cada um tenta sobreviver como pode: os palhaços, papéis de Chico Diaz e Sâmia Bittencourt, têm uma galinha e se alimentam dos ovos que ela põe. Já o casal de atores, Silvia Buarque e Gero Camilo, tem uma cabra que fornece leite para a família (eles têm uma garotinha). Com o dono do circo e sua irmã (Everaldo e Zezita) a realidade não é diferente, eles também dispõem de pouco para comer. A esperança de todos é que haja público para suas apresentações e assim as coisas possam melhorar.
Além dos números de palhaço e o show da estrela da companhia (Silvia), a atração mais esperada do Gran Circo é a representação teatral, sempre baseada em literatura de cordel: o bandido Lamparina e sua mulher Maria (alusão a Lampião e Maria Bonita) chegam ao inferno e querem desbancar Lúcifer. O roteiro do filme mescla o dia a dia daquela trupe circense — as relações estabelecidas entre os artistas, com cenas de ciúme, traição, mas também de companheirismo — com as representações no picadeiro. Uma tragédia ocorre no final de uma sessão, o que fará com que todos repensem o futuro de suas vidas e da companhia.

Filme: Os pobres diabos, foto 3

Zezita Matos e Everaldo Pontes são irmãos na vida real e também na trama

 

Num mundo hoje dominado pela tecnologia e pela comunicação digital, as pequenas companhias circenses têm cada vez menos espaço. Com Os pobres diabos, Rosemberg Cariry faz um retrato fiel desta triste realidade.

 

 

 

 

 

Fotos: divulgação


Deixe comentário

Deixe uma sugestão





Deixe uma sugestão

Indique um evento





Indique um evento