Filme: De Menor, foto 1

De Menor: filme traz um olhar sensível ao problema do menor infrator

De em setembro 9, 2014

Filme: De Menor, foto 1

Giovanni Gallo e Rita Batata vivem os irmãos Caio e Helena no filme de estreia de Caru Alves de Souza

Depois de percorrer diversos festivais de cinema pelo mundo (Espanha, França e Cuba) e dividir o prêmio de melhor filme do Festival de Cinema do Rio/2013 com O Lobo Atrás da Porta, De Menor acaba de estrear na cidade.
Filme de estreia da diretora paulista Caru Alves de Souza — que assina o roteiro ao lado de Fabio Meira—, retrata o trabalho de Helena, vivida por Rita Batata, uma defensora pública do Fórum de Santos que atua em casos de crianças e adolescentes presos pela polícia após cometerem crimes. O drama maior da jovem advogada é quando seu irmão Caio, de 17 anos, interpretado por Giovanni Gallo, é preso após participar de um assalto.

Filme: De Menor, foto 2

Por sua atuação, Rita foi premiada na França e em Cuiabá

O filme tem início com Helena na praia, molhando os pés no mar; ela volta para casa e chama por Caio, que está no banho. Aos poucos o espectador percebe que se trata de dois irmãos que perderam os pais recentemente e tentam vender a casa, único bem deixado de herança. O laço de amor e cumplicidade entre os irmãos fica muito evidenciado.

Paralelamente, a trama mostra o dia a dia da jovem defensora pública, que nas audiências diante do juiz, interpretado por Caco Ciocler, tem de se contrapor ao promotor (Rui Ricardo Diaz), que aponta os crimes e delitos dos menores. Com sensibilidade, Helena procura contextualizar cada caso e apontar alternativas para as penas a serem impostas aos menores, geralmente com graves problemas dentro de casa (alcoolismo, drogas, violência e desestrutura familiar). Helena chega a procurar a mãe de um menor que furtou uma bicicleta (só para dar uma pedalada), tentando convencê-la a se reaproximar do filho.
Mas como diz o velho ditado — em casa de ferreiro, espeto é de pau —, Helena é surpreendida com o envolvimento de Caio num grave delito, em que num assalto a vítima é baleada. O garoto é preso e se nega a dizer a verdade até para a própria irmã. As convicções pessoais e profissionais de Helena são postas em xeque diante do caso de Caio.
De maneira delicada, De Menor discute uma questão que vira e mexe vem à tona: a redução da maioridade penal em casos de crimes hediondos. Em entrevista quando do lançamento do filme, a diretora é enfática:

 

“Ser a favor da redução da maioridade penal no Brasil é tratar a exceção como regra, é deixar de garantir os direitos dos adolescentes e, principalmente do adolescente pobre, para colocá-los na cadeia, que no nosso país é um grande depósito de gente”, argumenta Caru Alves de Souza.

 

Filme: De Menor, foto 3

Caco Ciocler interpreta o juiz Carlos

Além de um roteiro enxuto e rico de possibilidades de reflexão, De Menor se destaca pela interpretação sensível de Rita Batata (premiada com melhor atriz no Festival de Marselha/França e no Cinemato de Cuiabá) e de Giovanni Gallo, que faz sua esteia no cinema, mas já é conhecido por sua atuação no premiado seriado da TV Cultura, Pedro & Bianca.
Fiquei extremamente sensibilizado com a delicadeza do filme, que marca a bela estreia da diretora em longa metragem (ela já dirigiu curtas e documentários para TV).

 

 

Foto: divulgação

Marcos Zaccharias Publicitário
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Favo do Mellone

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: