O Finado Betta e os irmãos Rubel: Luccas Papp fala de amor fraternal

De em junho 7, 2021

Pietra Quintela e Luccas Papp vivem os irmãos que enfrentam uma difícil decisão

Num momento tão triste por que passamos, com a pandemia da Covid-19 causando um número alarmante de mortes pelo mundo, as artes também sofrem, com a impossibilidade de aglomeração nas plateias de teatros, cinemas e casas de espetáculos. Entretanto a produção online vem salvando, em parte, a ‘lavoura’ cultural. Os artistas estão criando formas alternativas para se expressarem e o ator e dramaturgo Luccas Papp é um exemplo a se ressaltar. Incansável, Luccas desde o ano passado não para de trazer novidades: em 2020 encenou dois espetáculos (A Ponte e O estranho atrás da porta) e neste semestre já apresentou o solo Jimmy e A bicicleta de papel com Leonardo Miggiorin. Todos de sua autoria, assim como o mais novo, O Finado Betta e os irmãos Rubel, que acaba de estrear e tem temporada prevista até 26/06, com transmissões aos sábados pela plataforma Sympla.

 

Desta vez, o que motiva a trama é a pandemia, mas o foco central não é o horror da doença e sim o que ela provoca: evidencia a relação amorosa entre os irmãos órfãos Rubel, Martha de 13 anos e Alec de vinte e poucos anos, vividos por Pietra Quintela e Luccas.

 

 

 

O espetáculo tem início com Martha diante de um aquário com um peixe morto. Ao entrar, Alec retoma uma discussão, que o espectador percebe ser uma constante entre eles nos últimos meses. O mundo vive uma epidemia viral que anda dizimando a população e descobriu-se que Martha não só é imune ao vírus como possui em seu organismo uma substância que poderá ser a matéria prima de uma vacina que salvará a humanidade. No entanto, ao ser cobaia, ela não terá chance de sobreviver e precisa da autorização do irmão para se submeter a esta experiência.

 

 

Direção de Luccas e seu irmão Matheus Papp

 

 

 

Mais do que a questão pessoal entre os irmãos — eles perderam a mãe há alguns anos e o pai faleceu recentemente —, o autor propõe uma discussão ética: a experiência científica pode salvar infindáveis vidas, mas a um custo altíssimo, a morte da doadora da substância.

 

 

 

Outro tema fundamental apresentado na peça é o amor ou como as pessoas não declaram seus sentimentos mais profundos às pessoas amadas. Parece que necessitamos de um fato aterrorizante, uma perda iminente para que possamos expressar o amor que sentimos um pelo outro. Em duas ou três passagens os personagens deixam claro que a história que estão vivendo não é sobre pandemia, mas a história de amor entre dois irmãos.

 

 

 

 

 

 

 

 

“O cerne da peça é como a relação destes irmãos, que era tão distante, vira mais próxima por conta da situação em que estão colocados. Na maioria dos casos as pessoas não sabem manifestar o amor; de certa forma a gente precisa estar numa situação limite para que o amor seja demonstrado e falado. Não em redes sociais, mas para alguém que este amor se dedica”, atesta Luccas Papp.

 

 

 

 

Ótima sintonia em cena

 

O espetáculo é apresentado ao vivo e simultaneamente na plataforma online. Se em outras produções da LPB Produções havia pequenos problemas técnicos de som, desta vez nada saiu do controle e o final surpreende e emociona. Ótima sintonia entre os jovens atores, com uma direção precisa.
Curta temporada, somente mais três apresentações, nos próximos sábados de junho.

 

 

 

 

Roteiro:
O Finado Betta e os irmãos Rubel. Texto: Luccas Papp. Direção: Luccas Papp e Matheus Papp. Elenco: Pietra Quintela e Luccas Papp. Trilha sonora, iluminação, cenário e figurino: Luccas Papp. Visagismo: Giulia Martins. Direção de arte e vídeo: Gabriel Silva. Fotografia: Davi Gomes. Produção: LPB Produções / Cia Epílogo.
Serviço:
Transmissão online: Sympla Streaming. Horários: sábado às 18h. Ingressos:
$ 20, $40 e $60. Duração: 60 min. Classificação: 10 anos. Temporada: até 26 de junho.

Tório 2
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
Favo do Mellone

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: