Festival Mix Brasil: Sérgio Rufino apresenta seu primeiro solo, Rainha

De em novembro 16, 2020

 

Sérgio Rufino interpreta um mordomo aposentado que se candidata a rainha de bateria

 

O premiado ator Sérgio Rufino acaba de estrear seu primeiro monólogo da carreira. Em Rainha, peça de Guilherme Gonzalez, com direção de Marcio Macena — na programação Dramática do 28º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade —, o ator dá vida a Felício, um mordomo aposentado que resolve, em plena terceira idade, candidatar-se a rainha de bateria de uma escola de samba. Além de contar sua história de vida para um fã da internet, Felício fala de solidão, preconceito e das condições de vida de um homossexual idoso nos dias de hoje.

A estreia do espetáculo foi no último domingo e a próxima e última apresentação no festival será nesta sexta, dia 20/11, às 21h30, com transmissão online, pela plataforma Sympla. Lembrete: os ingressos são gratuitos, mas é preciso se inscrever antecipadamente na plataforma.

 

 

Em texto de Guilherme Gonzalez, ator é dirigido por Marcio Macena

 

 

 

 

O espetáculo começa com Felício dançando samba e, ao chegar perto de uma mesa onde está o laptop, para e pergunta ao seu interlocutor se ficou boa a gravação. Um pouco cansado, ele diz que está em forma e pode repetir a dança se for preciso. Aí se senta diante da tela do computador e inicia uma conversa descontraída, falando sobre sua vida, desde quando era garoto e morava com os pais no luxuoso apartamento dos patrões, depois quando passou a trabalhar para esta mesma família, além de confessar suas aventuras na noite gay de São Paulo até chegar aos dias atuais, quando decidiu se candidatar a rainha de bateria de uma escola de samba.

 

 

Como o espetáculo está sendo apresentado de forma digital, o diretor, responsável também pela trilha, cenário, iluminação e figurino, concentra a ação neste pequeno cenário, com o mordomo abrindo seu coração para o seu fã. Rufino está à vontade na pele do homossexual de mais de 70 anos, que cativa o espectador com sua atraente história de vida e por sua visão diante das transformações ocorridas no mundo da comunidade LGBTQI+. Não perca, somente mais uma apresentação nesta sexta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Roteiro:
28º Festival Mix Brasil- Dramática. Rainha. Texto: Guilherme Gonzalez. Elenco: Sérgio Rufino. Direção, iluminação, trilha sonora, cenário e figurino: Marcio Macena. Duração: 60 min. Classificação: 14 anos. Horário: sexta. 20/11, às 21h30. Transmissão online: Sympla (inscrição antecipada).

 

 

 

Fotos: divulgação

28º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade
Site Aplauso Brasil, especializado em Teatro
28º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

Deixe comentário

Deixe uma sugestão

Deixe uma sugestão

Indique um evento

Indique um evento

Para sabermos que você não é um robô, responda a pergunta abaixo: